| Categoria: Padre Paulo Ricardo

Mensagem para o Natal de 2016

Mais uma vez nos é dado celebrar o Natal, o dom de Deus que se fez homem e nasceu da Virgem Maria.

"Se conhecesses o dom de Deus…" (Jo 4, 9). É com essas palavras cheias de ternura que Jesus, dirigindo-se àquela samaritana pecadora, manifesta a todos e a cada um de nós o seu desejo ardentíssimo de que O conheçamos e amemos de todo coração. Ora, esse desejo do Senhor encontra sua plena realização no Coração Imaculado da Virgem Maria, que, mais do que qualquer outra criatura, conhece e ama entranhadamente o dom que o Pai celestial entrega hoje, envolto em panos numa pobre manjedoura, a Ela, sempre unida ao Filho, e à família humana, dispersa pelo pecado.

O Natal deste ano de 2016, com efeito, se reveste de especial alegria devido ao Ano Mariano que vimos celebrando desde meados de outubro, em comemoração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A Igreja nos concede, assim, a oportunidade de vivermos com mais intensidade e consciência essa presença efetiva de Maria Santíssima, que, gloriosa, reina em corpo e alma ao lado dAquele que a quis por Mãe sua, segundo a carne, e Mãe nossa, segundo a graça [1].

Por isso, a exemplo de São João, o discípulo amado que a acolheu em sua casa (cf. Jo 19, 27), recebamos a Maria em nossa vida e intimidade, aprendamos dela a amar Jesus e a honremos com piedade filial, com um culto de amor sincero e humilde gratidão, de invocação confiante e perseverante imitação, de escravidão voluntária e cotidiana devoção. Ao longo deste próximo ano, façamos da Ave-Maria e da Salve Rainha, do Angelus e do Rosário, das ladainhas e da Medalha Milagrosa nossas principais armas na luta contra o pecado e o egoísmo que parasita nossa alma.

Aprendamos também a refugiar-nos em Maria nos momentos de dor e sofrimento, pois Ela, a Estrela do Mar que nos ilumina e indicia o Caminho (cf. Jo 14, 6), não pensando e querendo senão o que Deus mesmo pensa e quer, ama todas as coisas e não odeia nada do que por Ele foi feito (cf. Sb 11, 24).

O Natal é festa de luz, e essa luz, que é o Cristo que nasce, é também a luz da que brilha no Coração maternalmente misericordioso de Maria [2], a quem devemos acudir e recorrer com tanto mais pressa e confiança quanto mais espessas forem as trevas ao nosso redor. Que a luz da fé, durante todo este Ano Mariano, nos ilumine e aqueça nosso coração, para que, pela intercessão da bem-aventurada e sempre virgem Maria, Nossa Mãe e Senhora, nos saibamos sempre amparados por Aquele que, descendo hoje dos Céus, não abandonará jamais os que adotou (cf. Mt 28, 20) [3].

Um feliz e santo Natal do Senhor!

São os votos do Padre Paulo Ricardo e de toda a equipe Christo Nihil Praeponere.

Referências

  1. Cf. Gabriel M. Roschini, La Madre de Dios según la Fe y la Teología. Trad. esp. de Eduardo Espert. 2.ª ed., Madrid: Apostolado de la Prensa, 1958, vol. 2, p. 541.
  2. Cf. Id., p. 407.
  3. Cf. Leão Magno, De Resurrectione Domini II, c. 3 (PL 54, 392A).

| Categorias: Notícias, Igreja Católica, Espiritualidade

Mensagem de Natal

O nascimento de Jesus traduz a certeza de que não estamos sozinhos neste mundo, Deus se fez homem para nos ensinar o dom do amor

Mais do que um tempo de festa, o Natal constitui uma verdadeira oportunidade de encontro com Deus. No nascimento de Jesus se manifesta a graça do Verbo Encarnado, que, fazendo-se homem igual a nós, veio habitar na Terra para experimentar "as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem"01.

Mas a atitude dos cristãos que desejam participar desse encontro não pode ser a de alguém soberbo ou autossuficiente. Pelo contrário, para entrar no lugar do nascimento de Jesus é necessário inclinar-se. Com efeito, "se quisermos encontrar Deus manifestado como menino, então devemos descer do cavalo da nossa razão «iluminada»" 02.

O nascimento de Jesus traduz a certeza de que não estamos sozinhos neste mundo. Deus vem ao nosso encontro, faz novas todas as coisas e anuncia-nos uma grande alegria. Este é o autêntico significado do natal: a graça de podermos confiar na simplicidade de um pequeno bebê que veio para nos salvar.

Neste Natal, Padre Paulo Ricardo, juntamente com a sua equipe, deseja que a graça do Menino Jesus chegue a todos os lares, proporcionando uma verdadeira abertura dos corações à fé e à Verdade Divina, na qual encontramos "o Deus que Se esconde na humildade dum menino acabado de nascer"03.

Referências

  1. Constituição Pastoral Gaudium et Spes, n. 1
  2. Homilia de Bento XVI da Santa Missa da Noite de Natal do Senhor de 2011
  3. Idem, n. 2

| Categorias: Eventos, Notícias

Lançamento da nova versão do site padrepauloricardo.org

É com muita alegria que neste dia da Festa de Pentecostes apresentamos a vocês a nossa nova casa. Sejam todos muito bem vindos!

Salve Maria!

É com muita alegria que neste dia da Festa de Pentecostes apresentamos a vocês a nossa nova casa. Sejam todos muito bem vindos.

Como é do conhecimento geral, o site nasceu em resposta a um pedido do Santo Padre, o Papa Bento XVI, para que os sacerdotes fizessem um apostolado sério e profundo do mundo digital. Assim, no ano de 2010, lançamos a primeira versão deste site.

Neste ano de 2012, no dia em que se faz memória da descida do Espírito Santo, que fortalece e cumula de dons os seus fiéis e a própria Igreja, lançamos a mais nova versão do site padrepauloricardo.org.

O que se poderá perceber, logo nos primeiros cliques, é a maior facilidade de navegação. E, além disso, em termos de conteúdo, a ênfase que se dará no estudo das ciências sagradas (filosofia e teologia). Cada detalhe deste novo site reflete a preocupação em proporcionar a você o melhor conteúdo católico, amparado pela melhor tecnologia.

Formamos uma grande família. A equipe, os alunos e eu, todos com o coração no mesmo lugar. Tornando real o que Santo Tomás de Aquino tão bem definiu em palavras: a amizade é ter o coração no mesmo lugar.

Amparados, então, nos três pilares que nos sustentam: A Santa Eucaristia, a Virgem Santíssima e a filial obediência ao Santo Padre, propomo-nos a fazer deste site um instrumento para colocar em língua portuguesa a voz do Papa Bento XVI, para que ele seja cada vez mais lido, conhecido, entendido e amado. Assim o fazendo, estaremos conhecendo, entendendo e amando ainda mais a nossa própria Igreja.

É isso que desejo: que todos estejamos em concórdia. Da nossa parte, proporcionaremos a vocês conteúdo de qualidade, transmitindo com fidelidade a voz do Santo Padre, ensinando a doutrina e fomentando o amor cada vez maior à Santa Mãe Igreja. Da parte de vocês, esperamos a fidelidade no compromisso de manutenção do site, por meio das assinaturas e doações e, mais ainda, pela propaganda, para que cada vez mais pessoas possam ter acesso à riqueza da nossa Igreja.

Que a Mãe Santíssima, a quem consagramos a nós mesmos e ao site, possa derramar sobre esta família a sua maternal benção e proteção.

Oração a Nossa Senhora Auxiliadora (composta por São João Bosco)

Ó Maria,Virgem poderosa:
Vós, grande e ilustre defensora da Igreja;
Vós, admirável auxílio dos cristãos;
Vós, terrível como um exército em ordem de batalha;
Vós que, sozinha, destruístes todas as heresias do mundo;
Vós, nas angústias, nas lutas, nas necessidades,
defendei-nos do inimigo
e na hora da morte acolhei-nos no Paraíso.
Amém.