CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Participe do nosso aniversário!

  • O aniversário é nosso, mas o presente é seu. Confira as ofertas:
  • Inscreva-se com 40% de desconto no plano anual;
  • Oportunidade de assinatura vitalícia. Um único pagamento para estudar conosco para sempre.
Assine agora
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Conteúdo gratuito
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Templários

Origem dos Templários

Em 1120, um grupo de cavaleiros decidido a levar uma vida de oração e pobreza radical apresentou-se ao rei e ao patriarca do Oriente para cumprir uma missão: defender a Terra Santa e os peregrinos cristãos dos árabes muçulmanos.

Nesta aula de nosso curso sobre os Templários, saiba como surgiu a famosa Ordem dos Cavaleiros do Templo e adentre, já nesta aula introdutória, os mistérios que rondam a sua fundação.

611

A origem dos Templários só pode ser entendida a partir da história das Cruzadas – as investidas militares realizadas para salvar o Oriente, em especial os Lugares Santos, das mãos dos muçulmanos. Tudo começou com o Concílio de Clermont, em 1095, quando o Papa Urbano II convocou a cristandade à retomada de Jerusalém. O empreendimento foi um sucesso, mas, ao invés de devolver o território de Outremer ("Ultramar") ao Império Bizantino, os cruzados – que se consideravam traídos pelo Imperador Aleixo – fundaram para si o Condado de Edessa (1095), o Principado de Antioquia (1098), o Condado de Trípoli (1102) e, principalmente, o Reino de Jerusalém, em 1099. Toda a faixa do mar do chamado Crescente Fértil ficou sob domínio latino.

O fato é que esses territórios impediam a comunicação entre os povos muçulmanos: os turcos otomanos, ao norte, o Califado de Bagdá, na Arábia, e o Califado Fatímida, no Egito. A princípio, como não havia fortes alianças entre eles, isso não representou um perigo eminente aos territórios latinos. No entanto, os constantes assaltos sofridos por peregrinos no caminho da Terra Santa indignavam os cristãos do Ocidente. Em um episódio que ganhou grande...

Conteúdo gratuito, inscreva-se e assista!
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos