| Categoria: Papa Francisco

O demônio existe, lembra o Papa

Em sua homilia matinal, o Santo Padre recordou a existência do demônio e pediu para os cristãos não "relativizarem" a luta contra o mal

Em homilia hoje na Casa Santa Marta, o Papa Francisco lembrou a existência do diabo e pediu que os fiéis não "relativizassem" a luta contra as potências do mal.

O Evangelho da Missa narra que "Jesus estava expulsando um demônio" (Lc 11, 14). O Santo Padre comentou: "Há alguns padres que quando leem esta passagem do Evangelho, esta e outras, dizem: 'Mas Jesus apenas curou uma pessoa que tinha uma doença psíquica'. Não leram isso aqui, não é? É verdade que naquele tempo podia confundir-se a epilepsia com a possessão do demônio; mas também é verdade que havia o demônio!"

O Papa disse que "não temos o direito de simplificar tanto as coisas". E frisou: "A presença do demônio está na primeira página da Bíblia e a Bíblia acaba também com a presença do demônio, com a vitória de Deus sobre o demônio".

Mais adiante, São Lucas escreve: "Quando chega um homem mais forte do que ele, vence-o, arranca-lhe a armadura na qual ele confiava, e reparte o que roubou" (11, 22). Francisco pediu aos cristãos que se examinassem. "Podemos perguntar-nos: 'Eu vigio-me, vigio o meu coração, os meus sentimentos, os meus pensamentos? Guardo o tesouro da graça? Guardo a presença do Espírito Santo em mim? Ou deixo-o assim, seguro, com a certeza que está tudo bem?'".

Sua Santidade lembrou a importância de "vigiar o nosso coração, porque o demônio é astuto". Ele "nunca é expulso para sempre! Só no último dia o será".

Ainda no Evangelho de hoje, Jesus fala: "Quem não está comigo está contra mim. E quem não recolhe comigo dispersa" (11, 23). O Santo Padre repetiu o ensinamento de Cristo e advertiu: "Não se pode ficar a meio caminho".

O Papa invocou a Deus a graça de levar a sério estas coisas. "'Mas, Padre, o senhor é bocado antiquado, está a assustar-nos com estas coisas...' Não, eu não! É o Evangelho! E isto não são mentiras, é a Palavra do Senhor! (...) Ele veio lutar pela nossa salvação. Ele venceu o demônio! Por favor, não façamos negócios com o demônio! Ele tenta voltar para casa e tomar de posse de nós... Não relativizar, vigiar! E sempre com Jesus!"

Por Equipe Christo Nihil Praeponere | Fonte: Rádio Vaticano

Atenção: Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do site padrepauloricardo.org. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do site.