CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Inquisição

A Inquisição Medieval

Esgotados todos os recursos para deter a heresia cátara, a Idade Média viu surgirem os tribunais da Inquisição. Mas o que foram eles? Quais eram as bases jurídicas e teológicas a orientar a conduta e os procedimentos inquisitoriais? Por que a Igreja inclusive canonizou santos que foram inquisidores?

Nesta aula de nosso curso, saiba por que, olhando para o contexto histórico em que nasceu, a Inquisição, longe da "lenda negra" construída a seu respeito, representou um verdadeiro avanço em seu tempo.

210

Uma Igreja em reascensão. – Quando começou a Idade Média, a Igreja foi a única instituição a permanecer de pé diante da derrocada do Império Romano e subsequente invasão dos bárbaros. O renascimento carolíngio tentou trazer de volta a cultura antiga e cristianizar a Europa, mas a invasão dos vikings, ainda durante o reinado de Carlos Magno, freou todos os seus esforços civilizatórios. No auge da decadência medieval, o século X, chamado também de "século de ferro" ou "século obscuro", viu o trono do Apóstolo Pedro ser vendido a homens luxuriosos e indignos, regentes de um clero laxo e dissoluto.

Na virada do milênio, enfim, a situação eclesiástica começou a mudar de figura. Além da purificação moral e intelectual no seio da própria Igreja – agraciada com a a fundação das escolas monásticas e a reforma religiosa de Cluny –, o poder religioso começou a se ver livre das amarras do braço secular. É emblemático, nesse sentido, o episódio da peregrinação do Rei Henrique IV a Canossa, para reconciliar-se com o Papa São Gregório VII: apesar de seus pecados e conflitos posteriores com a Igreja, o monarca germânico se prostrava diante do poder das chaves (cf. Mt 16, 19) e da...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos