O desenvolvimento do poder financeiro na sociedade revolucionou o propósito da educação. Nem santos, nem bons cidadãos. O que a escola tem de formar agora é uma geração de trabalhadores profissionais. E, para isso, o professor não poderia ser outro senão o Banco Mundial.

Hoje, matando-se de trabalhar pelo bem-estar financeiro, os pais terceirizaram as almas de suas crianças à TV, à internet, aos filmes, aos chats etc. E que tipo de educação elas poderiam ter dessas coisas senão aquela que condena a alma?

Assista à última direção espiritual do Padre Paulo Ricardo, dentro do curso "A Igreja e o Mundo Moderno", e saiba por que, desejando para os seus filhos tão somente uma boa faculdade e um bom emprego, você está arriscando a salvação eterna de sua família!