CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

As qualidades do corpo glorioso

Íntegro, mas modificado; idêntico, mas transformado. Assim ressuscitou Cristo, cujo Corpo, sendo o que era, tornou-se mais do que era, pois nele agora se manifesta a plenitude da vida divina e o domínio do espírito sobre a matéria.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 16, 9-15)

Depois de ressuscitar, na madrugada do primeiro dia após o sábado, Jesus apareceu primeiro a Maria Madalena, da qual havia expulsado sete demônios. Ela foi anunciar isso aos seguidores de Jesus, que estavam de luto e chorando. Quando ouviram que ele estava vivo e fora visto por ela, não quiseram acreditar.

Em seguida, Jesus apareceu a dois deles, com outra aparência, enquanto estavam indo para o campo. Eles também voltaram e anunciaram isso aos outros. Também a estes não deram crédito. Por fim, Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto estavam comendo, repreendeu-os por causa da falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado naqueles que o tinham visto ressuscitado. E disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!”

AS QUALIDADES DO CORPO GLORIOSO [1]. — Ponto 1. — “Semeado na corrupção, o corpo ressuscita incorruptível” (1Cor 15, 42). A primeira qualidade do corpo glorioso é tornar-se imune à morte, a doenças, a ferimentos etc. “A morte não terá mais domínio sobre ele” (Rm 6, 9). Por que caminho chegou Cristo e esse estado? Padecendo e morrendo. Por aqui também deves entrar tu, para que nenhum afeto destronado, quer na prosperidade, quer na tribulação, venha a corromper-te. Assim entenderás o quão importante é o exercício da mortificação ativa, tanto interior como exterior.

Ponto 2. — “Semeado corpo animal, ressuscita corpo espiritual” (1Cor 15, 44). A segunda qualidade é a sutileza, em virtude da qual se torna capaz de penetrar os corpos duros e resistentes, como fez Jesus ao entrar no Cenáculo, estando fechadas portas e janelas. Atravessa pois com fortaleza as dificuldades e impedimentos que te saírem ao passo no caminho da virtude. Tudo podes naquele que te conforta (cf. Fp 4, 13). Para isso, no entanto, também é preciso que se semeie, isto é, que se mortifique o corpo animal, tão apegado a si e aos próprios interesses. 

Ponto 3. — “Semeado na fraqueza, ressuscita vigoroso” (1Cor 15, 43). A terceira qualidade do corpo glorioso é a agilidade, ou seja, o poder de estar, num estalar dedos, onde bem quiser. E tu? És ágil e pronto para corresponder às inspirações divinas? Para obedecer aos que sobre ti têm autoridade? Para progredir no caminho da virtude? Para mortificar-te pelo conhecimento de tuas misérias e pelo desprezo de ti mesmo?

Ponto 4. — “Semeado no despre­zo, ressuscita glorioso” (1Cor 15, 43). A quarta qualidade é a claridade, pela qual o corpo de Cristo resplandecia mais do que o Sol. “Assim, brilhe vossa luz dian­te dos homens, para que vejam as vossas boas obras” (Mt 5, 16), o que não será possível se não o semeares, isto é, se não o enterrares na humildade e no desprendimento de teus próprios conceitos, das honras e vaidades humanas.

Referências

  1. Tradução adaptada de Nicolaus von Avancini, Vita et doctrina Jesu Christi, apud Joannem Blaeu, & viduam Alex. Harttung, 1673, pp. 182-183.
Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.