CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo
15, 26–16,4a)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.

E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. Eu vos disse estas coisas para que a vossa fé não seja abalada. Expulsar-vos-ão das sinagogas, e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus. Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. Eu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora".

O termo "Paráclito", aplicado por Nosso Senhor ao Espírito Santo no Evangelho de hoje, evidencia dois aspectos intimamente conexos da terceira Pessoa da Santíssima Trindade: de um lado, o Espírito Santo é o nosso advogado, na medida em que, por Cristo, nos é dado pelo Pai para defender-nos dos perigos e conduzir-nos incólumes à pátria bem-aventurada; de outro, é dito também nosso consolador, porque, infundido-nos seus sete dons celestes, ajuda-nos a perseverar na graça e esperar com alegre e firme esperança os bens prometidos. Tal como o Filho, do qual procede eternamente, também o Espírito Santo cumpre a missão de ser o nosso sustentáculo, firmando-nos na fé; o nosso advogado e intercessor, tornando-nos gratos a Deus Pai; e, por fim, o nosso consolador, afrouxando os laços que nos prendem aos bens temporais e inspirando-nos o desejo das coisas eternas. Aproveitemos, pois, estes dias que antecedem a festa de Pentecostes para, com mais persistência e fervor, pedirmos a Deus que nos envie o seu Espírito Santo, doce hóspede da alma e autor de todo bem e toda graça.

Material para Download

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.