É costume que a Quaresma de São Miguel seja rezada diariamente, entre 15 de agosto e 29 de setembro, quando se celebra a festa deste Santo Arcanjo [1]. Mas ela também pode ser feita em qualquer outra época do ano, por um período de 40 dias. 

Por se tratar de uma devoção privada, os fiéis que a praticam são livres para adotar as orações de sua preferência. As preces a seguir são mais uma sugestão de roteiro do que um rito fixo e imóvel, e costumam ser rezadas em frente a uma escultura ou estampa de São Miguel, e com uma vela benta acesa em sua honra. Também é hábito que se una a essas orações a prática de alguma penitência especial ao longo de toda a quarentena.


1. Sinal da Cruz. — Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus, Nosso Senhor, dos nossos inimigos. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

2. Pequeno exorcismo de Leão XIII:

São Miguel Arcanjo,
defendei-nos no combate,
sede nosso refúgio contra as maldades
e ciladas do demônio.
Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos;
e vós, príncipe da milícia celeste,
pela virtude divina,
precipitai no inferno a Satanás
e a todos os espíritos malignos
que andam pelo mundo
para perder as almas. Amém.

3. Ladainha de São Miguel Arcanjo (versão latina aqui):

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Cristo, ouvi-nos.
Cristo, atendei-nos.

Pai celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho redentor do mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, rogai por nós.
São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai...
São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino,
São Miguel, coroado de honra e de glória,
São Miguel, poderosíssimo príncipe dos exércitos do Senhor,
São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade,
São Miguel, guardião do Paraíso,
São Miguel, guia e consolador do povo israelita,
São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante,
São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante,
São Miguel, luz dos anjos,
São Miguel, baluarte dos cristãos,
São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da cruz,
São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida,
São Miguel, socorro muito certo,
São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades,
São Miguel, arauto da sentença eterna,
São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório,
São Miguel, a quem o Senhor incumbiu de receber as almas depois da morte,
São Miguel, nosso príncipe,
São Miguel, nosso advogado, rogai por nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós

Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo,
para que sejamos dignos de suas promessas.

Oremos: Senhor Jesus, santificai-nos por uma bênção sempre nova e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, essa sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do céu e a trocar os bens do tempo presente pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos. Amém.

4. Salmo 34, 1-9:

— Julga, Senhor, aos que me fazem dano, *
expugna aos que me combatem. 
— Toma as tuas armas e o teu escudo, *
e levanta-te em meu socorro. 
— Tira da espada, e conclui contra aqueles que me perseguem; *
dize à minha alma: Eu sou a tua salvação. 
— Sejam confundidos e envergonhados *
os que buscam a minha alma. 
— Voltem atrás e sejam confundidos *
os que meditam males contra mim. 
— Sejam feitos como o pó ante a face do vento, *
e o anjo do Senhor os reprima. 
— Torne-se o seu caminho em trevas e escorregadio, *
e o anjo do Senhor os persiga. 
— Porquanto sem razão me esconderam o seu laço de morte, *
sem causa encheram de opróbrios a minha alma. 
— Venha sobre ele um laço que ignora, †
e a rede que escondeu o prenda a ele, *
e caia no mesmo laço que ele armou. 
— Mas a minha alma regozijar-se-á no Senhor, *
e deleitar-se-á em seu salvador.

5. Breve de Santo Antônio:

℣. Eis a Cruz do Senhor: fugi, potências, inimigas.
℟. Venceu o Leão da tribo de Judá, a estirpe de Davi.
℣. Venha a nós, Senhor, a vossa misericórdia.
℟. Como esperamos em vós.

6. Oração de Libertação [2]: 

℣. Fiéis aos ensinamentos do Salvador, ousamos dizer:
℟. Pai nosso que estais nos céus,
santificado seja o vosso nome,
venha a nós o vosso reino,
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje,
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido,
e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.
Livrai-nos de todo mal e de toda a perturbação diabólica,
vós, que pela morte e ressurreição de Jesus Cristo,
vosso amado Filho,
nos libertastes do poder das trevas e da morte,
e nos transferistes para o vosso reino de luz e santidade.
Libertai-nos ✠ agora
de todo o domínio e ligação com Satanás e os seus anjos.
Libertai-nos ✠ de todas as forças do mal, esmagai-as, destruí-as,
para que possamos viver segundo a vossa santíssima vontade.
Libertai-nos ✠ de todos os malefícios,
das bruxarias, da magia negra, das missas negras,
dos feitiços, das maldições, do mau-olhado,
dos ritos satânicos, dos cultos satânicos,
das consagrações a Satanás.
Destruí qualquer ligação com Satanás
e com todas as pessoas ligadas a Satanás, vivas ou defuntas.
Libertai-nos ✠ de toda infestação diabólica,
de toda possessão diabólica,
de toda obsessão diabólica,
e de tudo aquilo que é pecado ou consequência do pecado.
Destruí todos estes males no inferno,
para que nunca mais nos atormentem
nem a qualquer outra criatura no mundo.
Deus Pai Todo-Poderoso,
peço-vos, em nome de Jesus Cristo Salvador,
e pela intercessão da Virgem Imaculada,
que ordeneis a todos os espíritos imundos,
a todas as presenças que nos atormentam:
a deixar-nos ✠ imediatamente,
a deixar-nos ✠ definitivamente
e a ir para o inferno eterno,
encadeados por São Miguel Arcanjo,
por São Gabriel,
por São Rafael,
pelos nossos Anjos da Guarda,
esmagados debaixo do calcanhar da Santíssima Virgem Maria
nossa Mãe Imaculada.
Vós que criastes o homem à vossa imagem e semelhança
na santidade e na justiça,
e depois do pecado não o abandonastes,
mas com sábia providência cuidastes da sua salvação
pelo mistério da Encarnação, Paixão,
Morte e Ressurreição do vosso muito amado Filho:
salvai-nos e libertai-nos do mal e da escravidão do inimigo.
Afastai ✠ de nós o espírito de mentira, soberba, luxúria,
avareza, ira, inveja,
gula, preguiça e de toda a espécie de maldade.
Recebei-nos em vosso reino.
Abri o nosso coração para entendermos o vosso evangelho,
para que vivamos sempre como filhos da luz,
demos testemunho da verdade
e pratiquemos obras de caridade,
segundo os vossos mandamentos.
Com o sopro da vossa boca
expulsai ✠, Senhor, os espíritos malignos:
ordenai que se retirem, porque chegou o vosso reino.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amém.

℣. Senhor, ouvi minha oração.
℟. E chegue até vós o meu clamor.

Se não houver sacerdotes presentes, os leigos devem ir direto para a oração n.º 9, Augusta Rainha dos Céus.

* * *

7. Oração de Santo Ambrósio (só sacerdotes devem rezá-la) [3]. — Ó Senhor Todo-Poderoso, Verbo de Deus Pai, Cristo Jesus, Deus e Senhor de toda a criação; que destes aos vossos Santos Apóstolos o poder de pisar sobre serpentes e escorpiões; que, entre as outras ordens de vossos prodígios, vos dignastes dizer: Expulsai os demônios; por cuja virtude vencido, Satanás caiu como um raio do céu: suplicante invoco vosso nome com temor e tremor, para que, perdoados todos os meus pecados, vos digneis conceder-me a mim, vosso indigníssimo servo, confiança e poder para enfrentar esse dragão cruel com fé e segurança, munido com o poder de vosso braço. Vós que sois Deus, e viveis e reinais com Deus Pai, na unidade do Espírito Santo, por todos os séculos dos séculos. Amém.

8. Exorcismo de Santo Ambrósio (só sacerdotes devem rezá-la). — Adjuro-te, pois, todo espírito imundíssimo, todo fantasma, toda incursão de Satanás, pela força do nome de Jesus Cristo ✠, que após o batismo no Jordão, foi conduzido ao deserto, e te derrotou no teu trono; para que tu deixes de atacar quem ele formou do barro da terra para a honra de sua glória; e no miserável homem, temas tu não a fragilidade humana, mas a imagem do Deus Onipotente. Rende-te, pois, a Deus ✠, que em seu humilhado servo Jó, reconduziu-te à servidão. Rende-te a Deus ✠, que no Faraó e em seu exército, por seu servo Moisés afundou a ti e à tua milícia no abismo. Rende-te a Deus ✠, que em Bel te derrotou, e no dragão te destruiu, por seu servo Daniel. Rende-te a Deus ✠, que por seu fidelíssimo servo Davi, te expulsou do rei Saul com cânticos espirituais. Rende-te a Deus ✠, que te condenou em Judas, o traidor. Pois quem agora te persegue com castigos ✠ divinos, é aquele em cuja presença tremias e clamavas dizendo com tuas legiões: Que temos nós contigo, Jesus, filho de Davi? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo? Persegue-te com chamas eternas, aquele que dirá aos ímpios no fim dos tempos: Ide, malditos, para o fogo eterno, que meu Pai preparou para o diabo e seus anjos. A ti, pois, ó ímpio, e aos teus anjos, está preparado o verme que nunca morre; a ti e aos teus anjos, o fogo inextinguível: porque tu, ó maldito, és o príncipe do homicídio; tu és o autor do incesto; tu és o chefe dos sacrílegos; tu és o mestre das piores artes; tu és o doutor dos heréticos; tu és o inventor de toda obscenidade. Retira-te, pois, ✠ ó ímpio. Retira-te ✠, perverso. Retira-te com toda a tua falácia: porque Deus quis que o homem fosse seu templo. Por que tardas aqui tanto tempo? Dá honra a Deus Pai ✠ Todo-Poderoso, ao qual se dobra todo joelho. Dá lugar a Jesus ✠ Cristo, que derramou seu sangue pelo homem. Dá lugar ao Espírito ✠ Santo: que por seu bem-aventurado apóstolo Pedro, te desmascarou em Simão; que em Ananias e Safira condenou tua falácia; que te feriu no rei Herodes, quando ele não deu glória a Deus; que no perverso mago [Elimas], te feriu com a névoa da cegueira por seu apóstolo Paulo, e também por este, mandou que saísses da pitonisa, ordenando com a palavra. Afasta-te, pois, agora ✠. Afasta-te, ✠ sedutor. Porque teu trono é o deserto, tua morada é a serpente. Humilha-te, cai por terra: não é mais tempo de esperar. Eis que se aproxima o Senhor, o Dominador: sem demora um fogo irá diante dele, e abrasará seus inimigos ao redor. Pois se ao homem tu enganas, de Deus não podes zombar. Expulsa-te aquele a cujo olhar nada está oculto; expulsa-te aquele a cujo poder tudo está submetido; expulsa-te aquele que preparou o inferno eterno para ti e teus anjos; de cuja boca sairá a espada de dois gumes: ele que virá, no Espírito Santo, para julgar este mundo pelo fogo. Amém.

Este diálogo com o sacerdote pode ser rezado pelos leigos:

℣. Senhor, ouvi minha oração.
℟. E chegue até vós o meu clamor.
℣. O Senhor esteja convosco.
℟. Ele está no meio de nós.

Esta oração só os sacerdotes devem rezar:

℣. Oremos: Que Santa Maria, Virgem perpétua, Mãe de Deus, templo do Senhor, sacrário do Espírito Santo; e todos os Anjos e Arcanjos, Principados e Potestades, Virtudes e Dominações, Tronos, Querubins e Serafins; e todos os Santos Patriarcas, Profetas, Apóstolos, Mártires, Confessores, Doutores e Virgens; e todos os eleitos de Deus: se dignem interceder ao Senhor por nós, para que mereçamos ser plenamente libertos e protegidos de todos os espíritos imundos, das vexações da alma e do corpo, das perturbações dos sentidos, dos terrores e ilusões dos demônios, e conservados também na saúde da mente e do corpo. Por aquele que há de vir julgar vivos e mortos, e este mundo pelo fogo. Amém.

* * *

9. Oração “Augusta Rainha”

Augusta Rainha dos céus,
soberana mestra dos Anjos,
vós que desde o princípio recebestes de Deus
o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás,
nós vo-lo pedimos humildemente:
enviai vossas legiões celestes,
para que, sob vossas ordens,
e por vosso poder,
elas persigam os demônios,
combatendo-os por toda a parte,
reprimindo-lhes a insolência,
e lançando-os no abismo.
Quem é como Deus?
Ó Mãe de bondade e ternura,
vós sereis sempre o nosso Amor e a nossa esperança.
Ó Mãe Divina, enviai os Santos Anjos para nos defenderem,
e repeli para longe de nós o cruel inimigo.
Santos Anjos e Arcanjos, defendei-nos e guardai-nos. Amém.

Notas

  1. Na liturgia atual, S. Gabriel e S. Rafael também são celebrados no dia 29 de setembro, quando se encerra essa devoção. Mas vale a pena recordar, aos amantes do rito tradicional, que no calendário antigo os três arcanjos eram festejados separadamente: Gabriel em 24 de março, véspera da Anunciação, e Rafael em 24 de outubro (ambas festas de 3.ª classe, o equivalente às nossas memórias). São Miguel manteve o dia 29 de setembro, mas antes era honrado com uma festa de 1.ª classe (o equivalente às nossas solenidades).
  2. Texto baseado na Oração de Libertação escrita pelo Pe. Duarte Freire de Andrade de Sousa Lara.
  3. Esta oração e o exorcismo logo abaixo foram extraídas de MPL 17: 1019-1020c.