CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

389. Corações insensíveis

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc
21, 34-36)

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra.

Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar a tudo o que deve acontecer e para ficardes de pé diante do Filho do Homem".

O Evangelho que neste fim de ano litúrgico nos é proclamado adverte-nos para a necessidade de estarmos atententos e sóbrios para a vinda do Filho do Homem. Temos, pois, de tomar cuidado para que os nossos corações não se tornem insensíveis nem por causa da gula e da embriaguez nem por causa das preocupações do vida. Com isso, Jesus não apenas nos chama à temperança no uso das coisas dos mundo, mas também nos recorda que não fomos criados para os prazeres da carne; o nosso destino, com efeito, está no céu e na alegrias celestes, razão por que é lá, onde a traça não rói e o ladrão não rouba, que devemos manter o pensamento e pôr nossa esperança. Não podemos deixar, como diz o Evangelho, que o nosso coração se embote, se cegue, se torne insensível — perda, por assim dizer, o seu acume — pela gula e embriaguez. Peçamos hoje a Cristo Jesus que nos dê medida e sobriedade em todas as nossas atividades e ocupações, de modo que vivamos neste desterro como quem sabe que verdadeira felicidade só existe, de fato, na pátria do Céu.

Download do Material

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.