CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

332. Festa de São Mateus, Apóstolo e Evangelista

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt 9, 9-13)

Naquele tempo, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: "Segue-me!" Ele se levantou e seguiu a Jesus.

Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: "Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?"

Jesus ouviu a pergunta e respondeu: "Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: 'Quero misericórdia e não sacrifício'. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores".

Na vocação de São Mateus, cuja festa hoje celebramos, temos bem representada a vocação de cada um de nós. Pois Deus não nos chama "por etapas", à maneira de quem, como costumamos dizer, vai-se virando com o que tem e trabalha sem saber com que finalidade. Antes, pelo contrário, Ele tem desde o princípio um projeto de amor e santidade para nós; por isso, ao chamar-nos para que saiamos de nossa vida de pecado, pede-nos tudo, sem reservas e negociações: "Segue-me!", disse com prontidão a Mateus, e assim o diz continuamente aos que de boa vontade dão ouvidos à sua palavra. Ele quer não uma parte de nosso amor, mas a sua totalidade; quer um coração que se doe por inteiro, porque Ele mesmo assim o fez, dando-se inteiramente na Cruz a cada homem, e não uma parcela de si. Entreguemo-nos, pois, a Jesus e, abandonando desde logo nossos vícios e pecados, comecemos hoje mesmo a amar com ardente generosidade, generosidade de que Ele próprio, por meio de sua santa graça, nos fará capazes, a fim de nos tornarmos os santos que somos chamados a ser.

Download do Material

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.