CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Homilia Dominical
2 Set 2016 - 26:25

Se não vos desapegardes, não podeis ser meus discípulos!

Resoluto, Jesus toma o íngreme caminho para Jerusalém. Mas os que sobem com Ele parece não se darem conta do destino reservado ao seu Mestre: a morte violenta, e morte de Cruz. No Evangelho de hoje, Cristo interrompe sua subida para fazer um importante apelo às multidões que O acompanham. “Se não vos desapegardes”, Ele diz, “não podeis ser meus discípulos!”
0:00 / 00:00
Homilia Dominical - 2 Set 2016 - 26:25

Se não vos desapegardes, não podeis ser meus discípulos!

Resoluto, Jesus toma o íngreme caminho para Jerusalém. Mas os que sobem com Ele parece não se darem conta do destino reservado ao seu Mestre: a morte violenta, e morte de Cruz. No Evangelho de hoje, Cristo interrompe sua subida para fazer um importante apelo às multidões que O acompanham. “Se não vos desapegardes”, Ele diz, “não podeis ser meus discípulos!”
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc
14, 25-33)

Naquele tempo, grandes multidões acompanhavam Jesus. Voltando-se, ele lhes disse: "Se alguém vem a mim, mas não se desapega de seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs e até da sua própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não carrega sua cruz e não caminha atrás de mim, não pode ser meu discípulo.

Com efeito, qual de vós, querendo construir uma torre, não se senta primeiro e calcula os gastos, para ver se tem o suficiente para terminar? Caso contrário, ele vai lançar o alicerce e não será capaz de acabar. E todos os que virem isso começarão a caçoar, dizendo: 'Este homem começou a construir e não foi capaz de acabar!'

Ou ainda: Qual o rei que, ao sair para guerrear com outro, não se senta primeiro e examina bem se com dez mil homens poderá enfrentar o outro que marcha contra ele com vinte mil? Se ele vê que não pode, enquanto o outro rei ainda está longe, envia mensageiros para negociar as condições de paz.

Do mesmo modo, portanto, qualquer um de vós, se não renunciar a tudo o que tem, não pode ser meu discípulo!"

Alguns domingos atrás, nós tivemos a oportunidade de meditar sobre a "determinada determinação" de Cristo — para usar uma expressão teresiana —, que se resolve a tomar o caminho de Jerusalém a fim de beber o cálice que o Pai lhe tinha reservado.

O Evangelho de hoje se passa exatamente nesse contexto de subida. Resoluto, Nosso Senhor toma o íngreme caminho para Jerusalém, mas, aparentemente, os que sobem com Ele não se dão conta do que O espera. Acompanham o Mestre, mas são incapazes de medir as reais consequências do seguimento; seguem-nO, é verdade, mas ainda não estão prontos para "pagar o preço" de serem autênticos discípulos.

Por isso, Cristo, compadecido das multidões, interrompe sua caminhada, volta-se para elas e lança-lhes um importante apelo. "Se não vos desapegardes", Ele repete várias vezes, "não podeis ser meus discípulos!"

As palavras do Mestre evidentemente não são pronunciadas apenas aos homens de sua época. Graças aos Evangelhos, somos capazes de receber o eco deste ensinamento e também dentro de nós ele deve causar profundo impacto, provocando-nos a uma séria reflexão. Ser cristão, afinal, é coisa séria e não pode gloriar-se de levar esse nome quem não se dispõe a tomar sobre os ombros o madeiro da Cruz.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.