CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

6. O combate dos pecados veniais

Para que se manifestem os dons do Espírito Santo em nós, é preciso que lutemos contra as faltas veniais, as quais nos inclinam para a terra "e mantêm atados os dons do Divino Espírito, assim como asas que não se podem abrir".

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

No quinto dia de nossa novena, diferenciamos a graça cooperante, que atua em nossas virtudes, da graça operante, que age nos dons do Espírito Santo. Sobre esta última, o pe. Reginald Garrigou-Lagrange faz um questionamento importante, ao qual se segue uma resposta ainda mais importante para nossa vida espiritual:

“Como é possível que muitas pessoas, depois de ter vivido quarenta ou cinquenta anos em estado de graça e recebido com frequência a santa comunhão, quase não deem sinal da presença dos dons do Espírito Santo em sua conduta e em seus atos, se irritem por qualquer besteira, e levem uma vida completamente fora do sobrenatural? Tudo isto provém dos pecados veniais que com frequência cometem sem nenhuma preocupação; estas faltas e as inclinações que daí derivam tornam estas almas inclinadas à terra e mantêm como que atados os dons do Divino Espírito, assim como asas que não se podem abrir." [1]

A dificuldade que temos em crescer nas virtudes está no fato de cairmos no pecado mortal. Para que se manifestem os dons em nós, no entanto, é preciso que lutemos também contra as faltas veniais. Se não nos determinarmos a isso, os dons do Espírito estarão em nós apenas habitualmente e não em atos.

O combate ao pecado venial, não por um “moralismo neurótico", mas por amor a Deus, faz parte da via purgativa da vida interior. Para progredir no caminho espiritual, é preciso ser generoso, seguir com uma “determinada determinación" [2] de não ofender a Deus nem mesmo com os pecados veniais. Assim, subiremos ao Céu, mais do que à força de remos, pelo sopro do Espírito nas velas de nossa alma.

Referências

  1. Las Tres Idades de La Vida Interior, II, 3, 22. Arquivo em PDF, p. 261
  2. Santa Teresa de Jesus, Camino de Perfección, 21, 2
Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.