CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo
6, 30-35)

Naquele tempo, a multidão perguntou a Jesus: "Que sinal realizas, para que possamos ver e crer em ti? Que obras fazes? Nossos pais comeram o maná no deserto, como está na Escritura: 'Pão do céu deu-lhes a comer'".

Jesus respondeu: "Em verdade, em verdade vos digo, não foi Moisés quem vos deu o pão que veio do céu. É meu Pai que vos dá o verdadeiro pão do céu. Pois o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo".

Então pediram: "Senhor, dá-nos sempre desse pão". Jesus lhes disse: "Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede".

Ao identificar-se no Evangelho de hoje com o "pão da vida", Cristo não está se referindo nem à vida biológica do corpo, nem à vida que têm as almas humanas por si mesmas. Refere-se o Senhor à verdadeira vida (ζωή), isto é, à vida sobrenatural, que a graça divina faz circular em nós. Além da clara referência à Eucaristia, essa passagem de São João contém um importante ensinamento para o nosso crescimento na caridade. Pelo Batismo, recebemos de Deus, em estado ainda latente, um organismo espiritual que, enquanto tal, precisa desenvolver-se e ser devidamente alimentado; temos, pois, uma pequenina semente de vida eterna que, como toda semente, tem de ser regada com esmero e constância.

E o nosso alimento não é outro senão o próprio Jesus — do qual nos nutrimos não apenas na Eucaristia, mas também em cada ato de fé sincero e fervoroso que, com o seu auxílio, conseguimos dirigir-lhe. Por isso, ao recebermos o Corpo de Cristo, devemos sempre, cada dia com mais amor e intensidade, fazer um profundo ato de fé na sua presença real, no seu poder, no influxo de sua vida divina em nosso pobre e chagado coração. Ali, somos tocados como aqueles tantos pecadores que o Senhor, durante sua vida terrena, pôde tocar e curar, abençoar e limpar. — "Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede". Mas peçamos a Jesus que, satisfazendo o nosso desejo de Deus, nos dê ainda mais fome e mais sede por Ele, o único que pode saciar-nos o coração!

Material para Download

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.