CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Aproveite a nossa maior promoção do ano!

Descontos regressivos:
quanto antes você assinar, maior o desconto. A partir de 45% na assinatura anual.

  • Descontos diminuem com o tempo;
  • Quanto antes você assinar, maior o desconto;
  • Mais de 40 cursos à sua disposição;
  • Acesso a transmissões exclusivas para alunos;
  • Participação nos sorteios de assinaturas vitalícias (de 14 a 21 de novembro);
Assine agora
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43

A bravura de uma virgem

Aleluia, aleluia! As cinco virgens prudentes tomaram o azeite em seus vasos e as lâmpadas. À meia noite fez-se grande clamor: “Eis que aí vem o Esposo; saí ao encontro de Cristo Senhor”. Aleluia!

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc 21,5-11)

Naquele tempo, algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: “Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?”

Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ E ainda: ‘O tempo está próximo’. Não sigais essa gente! Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”.

E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu”.

Celebramos hoje a memória de Santa Cecília, uma das mais veneradas mártires da Igreja de Roma, cujo nome chegou a ser incluído no Cânon romano ao lado de personagens importantes da história da salvação como, por exemplo, São João Batista, o protomártir Santo. Estêvão e os santos Apóstolos Matias e Barnabé.

Convertida à fé no início do século III, provavelmente durante o pontificado de Urbano I (222-230), e filha de pais nobres, Cecília fez ainda jovem um voto de castidade, consagrando-se inteiramente a Deus.

Apesar de ter sido entregue em casamento, como então era costume, seu marido, Valeriano, ficou admirado ante o exemplo de virtude e pureza da jovem esposa, que, preservando-se intacta, conseguiu levá-lo à fé em Cristo.

Uma vez batizado, também Valeriano consagrou a Deus a própria virgindade e, com oração perseverante, alcançou do Pai de misericórdias, que ilumina os corações mais obstinados, a conversão de seu cunhado Tibúrcio.

Graças às violentas perseguições que o Império movia contra os cristãos, Cecília, Valeriano e Tibúrcio caíram nas mãos das autoridades romanas: estes foram degolados, enquanto Cecília, condenada à morte por asfixia, sobreviveu milagrosamente. Por isso, os algozes decidiram cortar-lhe a cabeça.

Atingida três vezes no pescoço, Cecília, por graça de Deus, continuou viva por ainda três dias, salmodiando hinos e cânticos de louvor, até que expirou docemente, unida àquele a quem consagrara seu corpo e sua alma.

Que Deus nos conceda, pois, imitar o exemplo de vida e fidelidade de Santa Cecília, que mereceu ser apresentada ao Rei dos reis, com grande júbilo e alegria, no cortejo das virgens e em meio ao glorioso exército dos mártires.

Texto do episódio
Comentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.