CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo 16 ,5-11)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Agora, parto para aquele que me enviou, e nenhum de vós me pergunta: ‘Para onde vais?’ Mas, porque vos disse isto, a tristeza encheu os vossos corações. No entanto, eu vos digo a verdade: É bom para vós que eu parta; se eu não for, não virá até vós o Defensor; mas, se eu me for, eu vo-lo mandarei. E quando vier, ele demonstrará ao mundo em que consistem o pecado, a justiça e o julgamento: o pecado, porque não acreditaram em mim; a justiça, porque vou para o Pai, de modo que não mais me vereis; e o julgamento, porque o chefe deste mundo já está condenado”.

Jesus começa hoje a anunciar a vinda do Paráclito. No Evangelho desta terça-feira, de modo particular, Ele procura convencer os Apóstolos de uma verdade à primeira vista inconveniente e amarga: “É bom para vós que Eu parta”, porque é só assim, com o saída de Cristo deste mundo, que Ele poderá mandar-nos o Defensor, o Espírito da Verdade. Com a Ascensão do Senhor aos céus e a descida do Espírito Santo em Pentecostes — dois eventos que celebraremos dentro de poucos dias —, inaugura-se uma nova forma de Jesus ressuscitado estar presente no meio de nós: trata-se de uma presença mais íntima e mais constante do que a que Ele possuía antes de ser glorificado. Ele agora está presente fisicamente no céu, à direita do Pai; sacramentalmente em todos os sacrários da terra; e virtualmente em todos os que estão em graça e a Ele recorrem de bom coração. A palavra “virtual”, porém, não nos deve confundir: virtus, em latim, significa força, de maneira que essa modalidade de presença expressa o fato de o Senhor estar tocando-nos efetivamente com o poder de sua graça, já que foi Ele quem enviou até nós o Espírito Santo que o ungiu em abundância. Dele, como da Cabeça de seu Corpo místico, escorre por todos os membros da Igreja o óleo espiritual que não é mais do que o amor que o Pai consagra ao seu bem-amado. Tocados, assim, pelo mesmo Espírito Santo de Cristo, aproveitemos a graça de que fomos cumulados, fugindo do pecado e levando uma vida santa, cimentada numa fé firme na divindade de Nosso Senhor.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.