CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

495. Escutar para crer

A razão por que Cristo repreende os que não creem em seus milagres e sinais externos, testemunhos de sua divindade, é a falta de atenção aos sinais internos que o Pai, como em sussurros, comunica a todos.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo
5, 31-47)

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: "Se eu der testemunho de mim mesmo, meu testemunho não vale. Mas há um outro que dá testemunho de mim, e eu sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro.

Vós mandastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade. Eu, porém, não dependo do testemunho de um ser humano. Mas falo assim para a vossa salvação. João era uma lâmpada que estava acesa e a brilhar, e vós com prazer vos alegrastes por um tempo com sua luz.

Mas eu tenho um testemunho maior que o de João; as obras que o Pai me concedeu realizar. As obras que eu faço dão testemunho de mim, mostrando que o Pai me enviou. E também o Pai que me enviou dá testemunho a meu favor. Vós nunca ouvistes sua voz, nem vistes sua face, e sua palavra não encontrou morada em vós, pois não acreditais naquele que ele enviou.

Vós examinais as Escrituras, pensando que nelas possuís a vida eterna. No entanto, as Escrituras dão testemunho de mim, mas não quereis vir a mim para ter a vida eterna! Eu não recebo a glória que vem dos homens. Mas eu sei que não tendes em vós o amor de Deus. Eu vim em nome do meu Pai, e vós não me recebeis. Mas, se um outro viesse em seu próprio nome, a este vós o receberíeis.

Como podereis acreditar, vós que recebeis glória uns dos outros e não buscais a glória que vem do único Deus? Não penseis que eu vos acusarei diante do Pai. Há alguém que vos acusa: Moisés, no qual colocais a vossa esperança. Se acre­ditásseis em Moisés, também acreditaríeis em mim, pois foi a respeito de mim que ele escreveu. Mas se não acreditais nos seus escritos, como acreditareis então nas minhas palavras?"

As obras e sinais que Deus realiza exteriormente têm por finalidade despertar nossa atenção para o que Ele, interiormente, está o tempo todo a nos dizer; são, nesse sentido, uma alerta mais clamoroso, destinado a dispor nosso espírito a escutar a sua voz, suave e silenciosa, que nos fala ao coração. Por isso, Jesus repreende hoje os judeus incrédulos, que rejeitam o testemunho evidente dos milagres porque, duros de alma, estão surdos à palavra do Pai: "Vós nunca ouvistes sua voz", diz o Senhor, "nem vistes sua face, e sua palavra não encontrou morada em vós, pois não acreditais nAquele que Ele enviou." Este mesmo princípio se aplica, por exemplo, ao caso das Escrituras: se não escutarmos o verbo interior que, em sussurros, Deus comunica ao nosso coração, de nada nos adiantará ler e reler a Bíblia, dada aos homens como testemunho exterior, acessível a todos, do Verbo encarnado. O Evangelho que a Igreja nos propõe nesta quinta-feira de Quaresma vem, pois, reforçar a necessidade de pedirmos sempre mais fé, de rogarmos a Deus que nos dê a graça de crer sem ver, de ouvir sem sentir, de amar sem nada esperar. Ouçamos a voz tão clara quanto silenciosa do Cristo e, como homens maduros na fé, deixemos que Ele transforme nossas vidas até a raiz, a fim de sermos configurados às suas dores e, um dia, à glória de sua Ressurreição.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.