CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo
3, 31-36)

"Aquele que vem do alto está acima de todos. O que é da terra, pertence à terra e fala das coisas da terra. Aquele que vem do céu está acima de todos. Dá testemunho daquilo que viu e ouviu, mas ninguém aceita o seu testemunho. Quem aceita o seu testemunho atesta que Deus é verdadeiro. De fato, aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, porque Deus lhe dá o espírito sem medida.

O Pai ama o Filho e entregou tudo em sua mão. Aquele que acredita no Filho possui a vida eterna. Aquele, porém, que rejeita o Filho não verá a vida, pois a ira de Deus permanece sobre ele".

No Evangelho de hoje, Jesus Cristo nos dá o seu testemunho infalível. Ele, "que vem do alto e está acima de todos", viu a Deus a face; só Ele, "que está no seio do Pai" (Jo 1, 18), nos pode dar a conhecer aquilo que se passa na intimidade do Altíssimo. Cristo, portanto, fala daquilo que viu e ouviu diretamente de Deus. É por isso que a sua palavra, revestida de autoridade divina, tem de ser aceita e crida por todos: "Falamos do que sabemos", diz a Nicodemos, "e damos testemunho do que vimos" (Jo 3, 11). Disto decorre que o nosso ato de fé não deve, em última análise, basear-se nem nos prodígios que vemos o Senhor realizar, nem em meros sentimentos religiosos. A nossa fé deve lançar raízes, antes e sobretudo, na palavra de Deus, que não pode enganar-se nem nos enganar. Cremos, por exemplo, na presença real, não porque, ao comungarmos, sintamos gosto e cheiro de carne, mas porque Jesus, Verdade encarnada, nos garantiu: "Isto é o meu corpo" (Lc 22, 19). Hoje, somos chamados a prestar ao Senhor ressuscitado o nosso mais fiel assentimento; a crermos, pois, com o obséquio da inteligência e da vontade, em tudo quanto Ele nos houver dito e revelado.

Material para Download

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.