CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 7, 31-37)

Naquele tempo, Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão. Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão; em seguida, colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele. Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!”, que quer dizer: “Abre-te!” Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade. Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém. Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam. Muito impressionados, diziam: “Ele tem feito bem todas as coisas: Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar”.

Celebramos hoje a memória de São Cirilo e Metódio, dois santos que foram grandes missionários dos povos eslavos. Embora tenham nascido em território de língua grega, os dois saíram em missão a fim de evangelizar os povos que ainda não conheciam o Evangelho, estando sempre muito unidos aos Papas, em Roma. Com suas vidas, ambos testemunharam a realidade da Igreja plenamente católica, unida entre Oriente e Ocidente e profundamente missionária. Nos dias atuais, as pessoas têm dificuldade de compreender a catolicidade e a missionariedade da Igreja, já presentes no mandato de Cristo: “Ide pelo mundo inteiro e fazei discípulos” (Mt 28, 19). Isso se deve ao fato de que, nos últimos séculos, impregnou-se na cultura ocidental o indiferentismo religioso, segundo o qual “o importante é crer em alguma coisa”. Tal mentalidade espalhou-se por todos os lugares, dentro e fora da Igreja, de tal forma que a missionariedade desapareceu. Hoje, missionários como Cirilo e Metódio, que buscaram converter inúmeras pessoas ao catolicismo, seriam repreendidos e reprovados como “intolerantes” e “imperialistas”. No entanto, aqueles que são verdadeiramente católicos e amam a Cristo sabem que só existe um caminho de salvação, ao qual todos os povos devem ser conduzidos. São Cirilo, antes de morrer em Roma, rezou fervorosamente pedindo a Deus pelo rebanho que lhe havia sido confiado e pela obra de evangelização que ele tinha iniciado. Nós também precisamos ter esse espírito missionário, cumprindo fielmente o mandato de Nosso Senhor de fazer discípulos todos os povos. Que São Cirilo e São Metódio nos inspirem um ardor missionário verdadeiramente católico.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.