CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

1295. “Não prepareis vossa defesa”

“Gravai bem no vosso espírito: não prepareis vossa defesa, porque eu vos darei uma palavra cheia de sabedoria, à qual não poderão resistir nem contradizer os vossos adversários. Sereis odiados por todos por causa do meu nome. Entretanto, não se perderá um só cabelo de vossa cabeça. É pela vossa constância que alcançareis a vo...

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc 12, 8-12)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens, o Filho do Homem também dará testemunho dele diante dos anjos de Deus. Mas aquele que me renegar diante dos homens, será negado diante dos anjos de Deus. Todo aquele que disser alguma coisa contra o Filho do Homem será perdoado. Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado. Quando vos conduzirem diante das sinagogas, magistrados e autoridades, não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis, ou com o que direis. Pois, nessa hora, o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer”.

No Evangelho de hoje, em que se fala da perseguição que há de sofrer sempre a Igreja, o Senhor nos pede uma confiança heróica: “Quando vos conduzirem diante das sinagogas”, para serdes julgados pelos juízes e magistrados, “não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis, ou com o que direis”, e logo em seguida acrescenta o motivo: “Pois, nessa hora, o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer”. Temos, pois, a garantia divina de que, quando o mundo nos puser contra a parede, não nos há de faltar o auxílio necessário para, permanecendo fiéis, darmos testemunho da verdade. Tanto é assim que Jesus chega a dizer, no mesmo evangelho de Lucas, que não devemos sequer preparar a nossa defesa, “porque eu vos darei uma palavra cheia de sabedoria, à qual não poderão resistir nem contradizer os vossos adversários” (Lc 21, 15). Teremos, sim, opositores, e muitos, mas não por sermos gente importante, como se fôramos algo além deste barro mortal, mas por causa de Cristo: “Perseguir-vos-ão, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, levando-vos à presença dos reis e dos governadores, por causa de mim” (Lc 21, 12), e é por isso mesmo que não nos devemos preocupar. Porque o ser perseguido por ódio a Cristo é não só uma grande honra, mas sinal certo de que, quando chegar a hora, o Espírito Santo se servirá livremente de nós para, com palavras acertadíssimas, fazer brilhar o nome e a verdade de Nosso Senhor. Metamos, pois, bem dentro do nosso coração: “Não prepareis vossa defesa”, isto é, não nos fiemos de nós, nem das nossas forças nem do nosso engenho, mas apenas da Providência divina, que vela por nós com tanto cuidado que nos afiança sem lugar a dúvidas: “Não se perderá um só cabelo de vossa cabeça” (Lc 21, 18), porque, salvos pelo Sangue de Cristo, só nos cabe agora manter a constância, serenos e certos de que há um Paráclito e Consolador que nos assiste sempre: “É pela vossa constância que alcançareis a vossa salvação” (Lc 21, 19).

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.