CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Conheça os sacramentos da Igreja com o Padre Paulo Ricardo

O poder que torna a Igreja superior ao Estado

A Igreja de Cristo é superior a qualquer Estado, porque tem a missão irrenunciável de pregar a verdade e fermentar a sociedade civil com o bem do Evangelho, a beleza da Liturgia e o exemplo das almas santas.

Texto do episódio
662

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos 
(Mc 12, 13-17)

Entretanto, eles enviaram a Jesus alguns fariseus e herodianos para armar-lhe uma cilada com uma pergunta. Chegaram dizendo: “Mestre, sabemos que és sincero e não te deixas influenciar por ninguém, porque não olhas para a condição social das pessoas, mas ensinas segundo a verdade a doutrina de Deus. É ou não é lícito pagar imposto a César? Devemos pagar ou não pagar?” Ele, percebendo a sua hipocrisia, respondeu-lhes: “Por que me preparais ciladas? Trazei-me uma moeda para eu ver”. Trouxeram-lhe uma. Perguntou-lhes: “De quem é esta imagem e inscrição?” Responderam-lhe: “De César!” Então, Jesus lhes disse: “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus!” E ficaram assombrados com esta sua resposta.

O Evangelho de hoje nos mostra um grande conflito de Jesus com os chefes judeus, que tentam armar uma cilada para Ele. Trata-se de um daqueles conflitos em que Jesus pronunciou uma palavra que mudou toda a história da humanidade. Ao dizer: “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”, Jesus declarou a independência da Igreja diante do poder mundano e do poder político. 

Essa é a mensagem do Evangelho de hoje, que, na prática, significa o seguinte: a Igreja não tem tropas, armas ou ogivas nucleares, mas tem um poder maior que o de todas as potências mundiais, o poder sobre as almas. São aos ensinamentos de Cristo, transmitidos ao longo dos séculos pela Igreja Católica, que todo ser humano deve inclinar a cabeça e obedecer. Jesus quer que nós sejamos livres e, ao obedecermos à verdade de Cristo, Ele nos liberta. 

Todas as reclamações de pessoas que dizem que a Igreja quer poder, mandar nas pessoas, conduzir a realidade política, entre outras tolices, são somente murmurações que não têm sentido, pois a Igreja tem a missão, recebida do próprio Cristo, de levar a verdade a todas as pessoas. 

É importante entendermos que a verdade, apesar de muitas vezes não ser agradável, não oprime, mas liberta. A opressão vem da ideologia, do engano e da falsidade. Por isso, diante das consequências desconfortáveis que muitas vezes a verdade nos traz, devemos devemos sempre recordar: “Convém antes obedecer a Deus do que aos homens” (At 5, 29). Foi exatamente por isso que milhares de cristãos preferiram obedecer a Cristo e aos ensinamentos da Igreja a obedecer ao Império Romano. 

Como o Império Romano caiu, assim também os atuais impérios ideológicos temem quando veem a Igreja ensinar a verdade de Cristo, pois sabem que ela libertará as consciências, muitas vezes escravizadas por poderes seculares e malignos. Sim, é necessário obedecermos às autoridades constituídas, pois, em última análise, elas exercem um poder que vem de Deus, desde que se submetam, em suas ordens, à verdade de Cristo. E aí, sim, daremos a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.

O que achou desse conteúdo?

6
62
Mais recentes
Mais antigos
Texto do episódio
Comentários dos alunos