CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Confira a história em quadrinhos de Nossa Senhora de Fátima!

Texto do episódio
00

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt 13,44-46)

Naquele tempo disse Jesus à multidão: “O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo. O Reino dos Céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas. Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola”.

Celebramos hoje a festa de Santa Rosa de Lima, padroeira do Peru e da América Latina. Isabel Flores y Oliva — assim era o seu nome de Batismo —, que se distinguiu por seu entranhável amor a Deus e por sua vida profundamente mística, foi a primeira americana a ser elevada às honras dos altares.

Morta em odor de santidade em 1617, Rosa de Lima foi canonizada no ano de 1671, um pouco a “contragosto” do então Pontífice, Clemente X, que só consentiu em inscrevê-la no catálogo dos santos após presenciar uma milagrosa chuva de pétalas de rosa.

Isabel foi agraciada por Deus com uma beleza tão fora do comum que uma das servas de sua criadagem passou a chamar-lhe Rosa, nome ao qual ela mesma acrescentou, por sua grande devoção à Virgem Santíssima, o de Santa Maria.

Embora fosse cortejada por muitos jovens, Rosa sentiu-se chamada desde cedo à vida religiosa, pois só tinha olhos para o único e verdadeiro Esposo de nossas almas, Jesus Cristo, que costumava aparecer-lhe em forma de Menino. Desse modo, deixou de lado os galanteadores de Lima e consagrou-se ao Senhor como terciária da Ordem dos Pregadores, guardando para Jesus, com amor puro e casto, a beleza que dele mesmo tinha recebido.

Depois de uma curta, mas intensa vida de penitência, oração e caridade para com os necessitados, Santa Rosa partiu deste mundo com apenas 31 anos, no dia 24 de agosto, festa do Apóstolo São Bartolomeu. Recorramos hoje à sua doce intercessão e, imitando o seu exemplo, guardemos com grande empenho e pureza de vida o tesouro precioso da graça divina, prenda amorosíssima que nos foi conquistada pelo Sangue derramado do nosso querido Redentor. — Santa Rosa de Lima, rogai por nós!

O que achou desse conteúdo?

0
0
Mais recentes
Mais antigos
Texto do episódio
Comentários dos alunos