CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 10, 28-31)

Naquele tempo, começou Pedro a dizer a Jesus: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. Respondeu Jesus: “Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, receberá cem vezes mais agora, durante esta vida — casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições — e, no mundo futuro, a vida eterna.

Muitos que agora são os primeiros serão os últimos. E muitos que agora são os últimos serão os primeiros”.

Ontem, o Senhor pedia ao jovem rico que, deixando tudo para trás, o seguisse e imitasse no caminho da perfeição; hoje, é S. Pedro quem testemunha que, como os demais Apóstolos, também ele deixou tudo para seguir a Cristo. As palavras de Pedro, porém, nada têm de queixa ou lamento. Ao contrário, elas expressam a alegria de um coração que se sabe bem encaminhado, iluminado pelas pegadas do único que é o caminho, a verdade e a vida: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. Sabemos, é claro, que S. Pedro, a esta altura do ministério público de Nosso Senhor, não é ainda santo; o príncipe dos Apóstolos tem muito o que progredir, até ao ponto de, chegado o momento oportuno, provar sua fidelidade a Jesus derramando o próprio sangue. Mas o testemunho que ele nos dá hoje, em todo o caso, é fonte de grande animação para que também nós, cada um no estado a que Deus o houver chamado, assumamos nossa vocação à santidade e deixemos tudo: a perfeição que Deus quer ver realizada em nós, em efeito, exige mais do que obediência a leis; requer, fundamentalmente, generosidade, amar sem limites, abandonar com radicalidade evangélica todo espírito mundano. Que S. Teresinha do Menino Jesus, acompanhada de seu santos pais, Luís e Zélia, intercedam do céu a nosso favor e nos alcancem a graça de nos abandonarmos sem medo nos braços de Deus, deixando para trás tudo quanto não conduza a Ele, renunciando a quanto possa ofendê-lo, abraçando amorosamente o que quer que nos leve para mais perto dele.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.