CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

A perfeição é dos generosos

Para que Deus realize em nós a obra de nossa santificação, precisamos tudo a Ele entregar, a exemplo de Cristo, que nos amou até o fim, e de seus santos, que se deixaram consumir no altar de uma perfeita generosidade.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 10, 28-31)

Naquele tempo, começou Pedro a dizer a Jesus: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. Respondeu Jesus: “Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, receberá cem vezes mais agora, durante esta vida — casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições — e, no mundo futuro, a vida eterna.

Muitos que agora são os primeiros serão os últimos. E muitos que agora são os últimos serão os primeiros”.

Ontem, o Senhor pedia ao jovem rico que, deixando tudo para trás, o seguisse e imitasse no caminho da perfeição; hoje, é S. Pedro quem testemunha que, como os demais Apóstolos, também ele deixou tudo para seguir a Cristo. As palavras de Pedro, porém, nada têm de queixa ou lamento. Ao contrário, elas expressam a alegria de um coração que se sabe bem encaminhado, iluminado pelas pegadas do único que é o caminho, a verdade e a vida: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. Sabemos, é claro, que S. Pedro, a esta altura do ministério público de Nosso Senhor, não é ainda santo; o príncipe dos Apóstolos tem muito o que progredir, até ao ponto de, chegado o momento oportuno, provar sua fidelidade a Jesus derramando o próprio sangue. Mas o testemunho que ele nos dá hoje, em todo o caso, é fonte de grande animação para que também nós, cada um no estado a que Deus o houver chamado, assumamos nossa vocação à santidade e deixemos tudo: a perfeição que Deus quer ver realizada em nós, em efeito, exige mais do que obediência a leis; requer, fundamentalmente, generosidade, amar sem limites, abandonar com radicalidade evangélica todo espírito mundano. Que S. Teresinha do Menino Jesus, acompanhada de seu santos pais, Luís e Zélia, intercedam do céu a nosso favor e nos alcancem a graça de nos abandonarmos sem medo nos braços de Deus, deixando para trás tudo quanto não conduza a Ele, renunciando a quanto possa ofendê-lo, abraçando amorosamente o que quer que nos leve para mais perto dele.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.