CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo 10, 22-30)

Celebrava-se, em Jerusalém, a festa da Dedicação do Templo. Era inverno. Jesus passeava pelo Templo, no pórtico de Salomão. Os judeus rodeavam-no e disseram: “Até quando nos deixarás em dúvida? Se tu és o Messias, dize-nos abertamente”.

Jesus respondeu: “Já vo-lo disse, mas vós não acreditais. As obras que eu faço em nome do meu Pai dão testemunho de mim; vós, porém, não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas. As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão.

Meu Pai, que me deu estas ovelhas, é maior que todos, e ninguém pode arrebatá-las da mão do Pai. Eu e o Pai somos um”.

O Evangelho de hoje dá continuidade à leitura do capítulo 10 de S. João, no qual Jesus, no Templo de Jerusalém, é interrogado pelos judeus que querem saber se Ele é o Messias. Jesus já não sabe mais o que lhes dizer: “Já vo-lo disse”, pois o mostrou não somente por palavras, mas também por obras, eles porém não querem crer. (Quando uma pessoa não quer ver a verdade, não há ninguém que lha consiga mostrar.) O Senhor diz: “Vós não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas. As minhas ovelhas escutam a minha voz, eu as conheço e elas me seguem. Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão”. Essa palavra de Jesus é fonte de enorme consolação. O que Jesus está dizendo é que ninguém será capaz de arrancar-lhe das mãos suas ovelhas. Ora, o que Satanás tenta fazer o tempo todo? Afastar-nos de Jesus. Nossa vida é uma grande luta. Somos pequenas ovelhas, mas os lobos ferozes, com suas garras e dentes ameaçadores, nos querem devorar. Satanás e seus anjos malditos são inimigos do homem. S. João nos recorda que Satanás é “homicida desde o princípio”. Como Satanás mata? Como os lobos espirituais conseguem entrar no rebanho e arrancar as ovelhas para as devorar? Pela mentira. S. João, ao dizer que Satanás é homicida desde o princípio, acrescenta que ele é o pai da mentira. Temos uma escolha: ou ouvir a Palavra de Jesus e ser protegidos por Ele, de forma que nenhum lobo será capaz de nos levar e arrebatar das mãos de Cristo, ou ouvir as mentiras do diabo. Se lhe dermos ouvidos, o lobo voraz irá acabar com a nossa vida eterna, com a nossa vida do céu. Eis o drama. Quando pensamos em Jesus como Bom Pastor e em nós como suas ovelhas, costumamos imaginar um cenário bastante “bucólico”, quase “idealizado”. No entanto, o Salmo 22 nos recorda que, apesar de belíssimo — afinal, Cristo nos prepara pastagens verdejantes —, o cenário conta também com o vale da sombra da morte. Sim, nesta vida, no vale da sombra da morte, as ovelhas são realmente atacadas por lobos vorazes. É uma luta a vida do homem sobre a terra! Precisamos, pois, manter-nos firmes. Mas o que é necessário para que nós, ovelhas do rebanho de Cristo, não sejamos arrebatados pelo demônio? Estar constantemente ouvindo a voz do Pastor, de Nosso Senhor Jesus Cristo. Façamos um exame de consciência: a quem andamos ouvindo? Muitas vezes, no confessionário, as pessoas vêm com pecados graves e complicados e perguntam: “Padre, como faço para me livrar desse pecado? Padre, como faço para mudar de vida? Já tentei várias vezes, mas continuo caindo, caindo, caindo…”. Meu irmão, minha irmã, a que você dedica o seu dia todo? O que você está ouvindo? Quando alguém passa o dia em programas indecentes, filmes, redes sociais com ideias mundanas, com amizades que não são cristãs; quando se passa o dia inteiro — sejamos bem claros — ouvindo as mentiras de Satanás, que é homicida desde o princípio; quando se passa o dia inteiro ouvindo o discurso do lobo, como não ser devorado por ele?… É uma banalidade comparar o Evangelho com um “conto para crianças”, mas o problema de Chapeuzinho Vermelho foi não ter ouvido os conselhos da mãe, a qual lhe disse que não fosse pela floresta, mas ouviu os do lobo voraz. É preciso cortar a conversa com o diabo! Se queremos ser protegidos por Jesus, então estejamos com Jesus! Usemos outra comparação. O diabo é um lobo, um cachorro raivoso, mas amarrado, acorrentado. A corrente que segura Satanás só tem um alcance, só vai até certo ponto. Quem se mantém longe do alcance das mentiras do diabo está protegido. Acontece que ele, sedutor, quer que nos aproximemos para nos poder abocanhar. Para isso, o diabo não vai dizer: “Vem cá que eu vou te devorar”, mas: “Sou manso! Vem cá. Todo o mundo está perto de mim. Olha os teus amigos aqui também. Todo o mundo faz isso, todo o mundo está no Facebook, no Instagram, nas redes sociais. Se todo mundo o faz , por que não o farás tu também?” Ele é mentiroso desde o princípio. Quem lhe dá ouvidos acaba devorado! Como estar protegido debaixo do manto de Nosso Senhor, com a sua mão poderosa e defensora? Ouvindo sua Palavra. Se meditamos a Palavra de Deus, se estamos em constante contato com os ensinamentos de Nosso Senhor pela vida dos santos, pelos livros de meditação, pela catequese; se nos mantemos na verdade, sem nos deixarmos seduzir pela mentira, então, sim, seremos das ovelhas de Cristo. Ouçamos a mensagem consoladora de Jesus: “Eu dou-lhes a vida eterna e elas jamais se perderão. E ninguém vai arrancá-las de minha mão”. Por quê? “Porque elas ouvem a minha voz”. Essa é a segurança que nós temos. Afastemo-nos das seduções de Satanás, não mexamos com ele, porque ele vai nos morder! Fiquemos longe! Mas ouçamos a verdade de Cristo. Este é o caminho de Deus, este é o conselho que os santos nos dão e que a Igreja nos ensina há séculos. E nós, como sábios, dóceis e obedientes filhos da Igreja, certamente iremos segui-lo.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.