CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo Segundo São Marcos
(Mc 11, 27-33)

Naquele tempo, Jesus e os discípulos foram de novo a Jerusalém. Enquanto Jesus estava andando no Templo, os sumos sacerdotes, os mestres da Lei e os anciãos aproximaram-se dele e perguntaram: "Com que autoridade fazes essas coisas? Quem te deu autoridade para fazer isso?" Jesus respondeu: "Vou fazer-vos uma só pergunta. Se me responderdes, eu vos direi com que autoridade faço isso. O batismo de João vinha do céu ou dos homens? Respondei-me".

Eles discutiam entre si: "Se respondermos que vinha do céu, ele vai dizer: 'Por que não acreditastes em João?' Devemos então dizer que vinha dos homens?" Mas eles tinham medo da multidão, porque todos, de fato, tinham João na qualidade de profeta. Então eles responderam a Jesus: "Não sabemos". E Jesus disse: "Pois eu também não vos digo com que autoridade faço essas coisas".

Deus responde àqueles que, com humildade, desejam conhecer a verdade e O glorificar; cala-se, no entanto, diante dos que se mostram incapazes ou indignos de uma resposta sua. É o que vemos muito bem ilustrado, por exemplo, no silêncio eloquente de Nosso Senhor diante das dúvidas impertinentes e injuriosas de um espírito como o de Herodes. Também Satanás dirigiu-se a Jesus: pediu-lhe, numa "oração" aparentemente devota, que transformasse pedras em pão; Cristo, porém, fechou os ouvidos às investidas do pai da mentira. Por isso, ao colocarmo-nos em oração, devemo-nos despir do nosso orgulho e das nossas presunções ensurdecedoras; com o coração atento, temos de ouvir Aquele que, sendo a própria Palavra Encarnada, fala-nos em abundância por meio do silêncio, da aridez, das contrariedades do dia a dia, das pessoas que nos cruzam o passo, dos acontecimentos que exigem de nós uma entrega mais generosa e confiante às mãos de Deus. Ele fala, sim, com os que O amam com sinceridade; busquemo-lO, pois, para mais O amarmos e a Ele abrirmos de par em par o nosso coração cheio de misérias.

Material para Download

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.