CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 4, 21-25)

Naquele tempo, Jesus disse à multidão: “Quem é que traz uma lâmpada para colocá-la debaixo de um caixote, ou debaixo da cama? Ao contrário, não a põe num candeeiro? Assim, tudo o que está escondido deverá tornar-se manifesto, e tudo o que está em segredo deverá ser descoberto. Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça”. Jesus dizia ainda: “Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais. Ao que tem alguma coisa, será dado ainda mais; do que não tem, será tirado até mesmo o que ele tem”.

O Evangelho de hoje nos apresenta alguns provérbios ditos por Jesus. Dentre eles, vamos refletir sobre o seguinte: “Prestai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais” (Mc 4, 24). Inicialmente, Jesus está nos alertando para o modo como nós ouvimos a Deus. De modo geral, todo bom cristão aceita que devemos obedecer a Deus, isto é, que, diante de um preceito divino, devemos inclinar nossa cabeça e dizer “Amém”. Com essa atitude, estamos sacrificando a nossa inteligência, a fim de reconhecermos que Deus é muito mais sábio que nós e, por isso, assentimos aos seus desígnios mesmo que não os compreendamos. Essa é a primeira dimensão do ouvir a Deus, a obediência. Com ela, é gerado um primeiro nível de amor, o amor servil, que é bom e necessário. No entanto, Nosso Senhor quer de nós um amor maior, que é erigido através da generosidade do nosso coração. Esse é o amor do filho, que generosamente faz além daquilo que o pai lhe pediu, ou que dá a ele muito mais do que teria a obrigação de dar. Aqui, é pertinente observarmos como estamos ouvindo e respondendo a Deus: com amor de servo ou de filho? Se entregamos a Deus só o mínimo necessário, também receberemos uma escassa porção, pois, como diz Jesus, “com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos”. Mas, se amarmos generosamente, cresceremos no amor a ponto de vivermos o amor esponsal, de quem busca estar constantemente unido ao Esposo Jesus Cristo. Ele nos chama a amarmos cada vez mais, indo além da mesquinhez dos servos, a fim de que, como filhos e esposas, nos entreguemos de forma generosa ao Amado.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.