108. E o capitalismo?

Versão áudio

Os documentos do Magistério já condenaram inúmeras vezes o projeto marxista para a sociedade. Qual é, então, a proposta da Igreja? O único caminho é o capitalismo e a proposta neoliberal?

Conheça a Doutrina Social da Igreja e o projeto de Deus para a sociedade humana. Para além do materialismo hoje dominante, o Evangelho é capaz de lançar uma luz nova e extraordinária sobre as realidades sociais, políticas e econômicas.


Os documentos do Magistério da Igreja já condenaram inúmeras vezes o projeto marxista para a sociedade. Qual é, então, a proposta da Igreja? O único caminho é o capitalismo e o projeto neoliberal?

A princípio, é importante explicar brevemente quais as forças ideológicas que têm conduzido o mundo nos últimos anos. Em primeiro lugar, há o liberalismo – hoje também chamado de neoliberalismo –, que defende, em resumo, o livre mercado e a não intervenção do Estado na economia. Há também o socialismo, tal como concebido por Karl Marx, para o qual o liberalismo, na marcha da história, oprimiria de tal modo os trabalhadores, que esses se revoltariam, abolindo, por fim, o mercado e a propriedade privada. Uma vez errada essa previsão, o pensamento marxista se dividiu em duas correntes: o leninismo, que propõe a mesma revolução pelo uso da força; e a guerra cultural, que defende uma transformação da cultura e o controle do Estado sobre o mercado. O nacional-socialismo, que é uma espécie de socialismo com tons messiânicos, está temporariamente desativado.

Em todas essas opções reside um erro fundamental: seja liberalismo, seja socialismo, todos esses sistemas estão excessivamente preocupados com a economia, como se ela fosse a realidade mais importante de uma sociedade. O Catecismo da Igreja Católica é bem claro a esse respeito, quando explica que “todo sistema segundo o qual as relações sociais seriam inteiramente determinadas pelos fatores econômicos é contrário à natureza da pessoa humana e de seus atos" [1]. Por outro lado, a Doutrina Social da Igreja não adota um sistema específico ou um “misto", por assim dizer, entre o liberalismo e o socialismo. O que ela propõe é uma realidade de “outra" ordem, para além da mentalidade materialista predominante hoje.

Mas, antes de explicar o que ensina a Doutrina Social da Igreja, importa entender como a sociedade foi historicamente se centralizando em torno da economia. Tudo começou na Inglaterra, com o advento do moderno sistema bancário. Com o Banco Central financiando diretamente o crescimento das indústrias, iniciou-se uma produção em massa de riquezas, que criou a ilusão de que tudo se explica em torno do dinheiro. Karl Marx, ao invés de desmontar essa mentira, aceitou a premissa liberal – basta pensar na ideia que fazia de “infraestrutura" – e, a partir dela, construiu o seu pensamento. Os Estados Unidos, embora seja considerado o “berço" do capitalismo liberal, começou como uma sociedade agrária e pré-industrial e não foi edificado na obsessão do dinheiro. Pelo menos na sua fundação – hoje, as coisas são diferentes –, o que importavam eram as “virtudes cívicas" – relacionadas à busca do bem comum –, expostas principalmente na obra “O Espírito das Leis", de Montesquieu. Em relação ao que propõe a Doutrina Social da Igreja, essa situação já é decadente, mas, comparada à obsessão econômica que começaria na Revolução Industrial, trata-se de algo melhor.

Com base nisso, o que propõe o Magistério? Primeiro, quando se fala da Doutrina Social da Igreja, fala-se de algo que brota diretamente do Evangelho. A Igreja não tem uma receita pronta de como montar um Estado, um governo ou uma administração. Ela simplesmente “propõe princípios de reflexão, apresenta critérios de juízo, orienta para a ação" [2]. Nesse sentido, a fé cristã é bem diferente do islamismo. Este já nasceu com um projeto político bem determinado – o profeta Maomé mesmo era um líder militar; o Cristianismo limita-se a oferecer uma luz às realidades sociais, sem fórmulas prontas.

Segundo, para a Igreja, a base que agrega a sociedade não é a economia, nem as “virtudes cívicas", mas a família. Por isso, a importância de lutar pela sua preservação.

Santo Tomás de Aquino, ao responder “se foi útil que algumas leis tenham sido impostas pelos homens", responde o seguinte:

“Como fica claro pelo que foi dito, está presente no homem, naturalmente, a aptidão para a virtude; ora, é necessário que a própria perfeição da virtude sobrevenha ao homem por meio de alguma disciplina [3]. Assim como vemos que o homem recorre a alguma indústria em suas necessidades, por exemplo, no alimento e no vestir, cujos inícios tem ele pela natureza, a saber, a razão e as mãos, mas não o próprio complemento, como os demais animais, aos quais a natureza deu suficientemente cobertura e alimento. Para essa disciplina, porém, o homem não se acha por si mesmo suficiente, com facilidade. Porque a perfeição da virtude consiste principalmente em afastar o homem dos prazeres indevidos, aos quais os homens são inclinados principalmente e maximamente os jovens em relação aos quais a disciplina é mais eficaz. E assim é necessário que os homens obtenham tal disciplina por outro, por meio da qual se chega à virtude. E certamente quanto àqueles jovens inclinados aos atos das virtudes em razão de uma boa disposição da natureza, do costume ou, mais ainda, do dom divino, é suficiente a disciplina paterna, que se faz mediante os conselhos [sufficit disciplina paterna, quae est per monitiones]. Mas, porque se encontram alguns impudentes e inclinados ao vício, os quais não podem ser movidos facilmente com palavras, foi necessário que pela força e pelo medo fossem coibidos do mal, de modo que, ao menos desistindo assim de fazer o mal, aos outros tornassem tranquila a vida, e os mesmos, por fim, por força de tal costume, fossem conduzidos a fazer voluntariamente o que antes cumpriam por medo, e assim se tornassem virtuosos. Tal disciplina, obrigando por meio da pena, é a disciplina das leis. Portanto, foi necessário que as leis fossem impostas para a paz dos homens e a virtude, porque, como diz o Filósofo, 'assim como o homem, se é perfeito na virtude, é o melhor dos animais, assim, se é separado da lei e da justiça, é o pior de todos', uma vez que o homem tem a arma da razão para satisfazer suas concupiscências e sevícias, que os outros animais não tem." [4]

Em uma sociedade virtuosa, assim como em uma família, as pessoas são educadas a partir de conselhos paternos. Veja-se, por exemplo, como a vida monástica floresceu no começo da Igreja. Santo Atanásio conta que Santo Antão, depois de um longo período de solidão e penitência no deserto – algo em torno de vinte anos –, foi como que obrigado a sair de sua reclusão, pois “havia muitos que ansiavam e aspiravam imitar sua santa vida". Confortando e reconciliando as pessoas, Antão exortava “a todos a nada preferir neste mundo ao amor de Cristo", induzindo “muitos a abraçar a vida monástica" [5]. “Na medida em que sua mensagem arrastava homens após ele – escreve, ainda, Atanásio –, o número de celas monásticas multiplicava-se, e era para todos como pai e guia" [6] – como em uma família, complemente-se.

O projeto da Igreja é, pois, construir uma sociedade, não obcecada com o dinheiro, mas baseada na virtude, nos conselhos e no amor familiar. Essa é a autêntica “civilização do amor" de que tanto se fala. Mais do que assimilar meras “virtudes cívicas" – o que, sem dúvida, já é um grande passo –, importa que as pessoas e as instituições sejam evangelizadas, aprendam a viver a virtude e, deste modo, a sociedade se tornará cada vez melhor. Vê-se logo como a natureza da sociedade, tal como colocada pelo Magistério da Igreja, é de ordem completamente diferente do que consta nos projetos dos partidos políticos atuais.

Ensina ainda o Catecismo da Igreja Católica:

“A Igreja tem rejeitado as ideologias totalitárias e ateias associadas, nos tempos modernos, ao 'comunismo' ou ao 'socialismo'. Além disso, na prática do “capitalismo", ela recusou o individualismo e o primado absoluto da lei do mercado sobre o trabalho humano. A regulamentação da economia exclusivamente por meio do planejamento centralizado perverte na base os vínculos sociais; sua regulamentação unicamente pela lei do mercado vai contra a justiça social, 'pois há muitas necessidades humanas que não podem ser atendidas pelo mercado'. É preciso preconizar uma regulamentação racional do mercado e das iniciativas econômicas, de acordo com uma justa hierarquia dos valores e em vista do bem comum." [7]

A rejeição da Igreja ao socialismo não significa necessariamente que ela opte pelo capitalismo. É evidente que a liberdade de mercado é necessária, mas não sem certa intervenção do Estado. O Papa São João Paulo II, na encíclica Centesimus Annus, esclarece:

“Voltando agora à questão inicial, pode-se porventura dizer que, após a falência do comunismo, o sistema social vencedor é o capitalismo e que para ele se devem encaminhar os esforços dos Países que procuram reconstruir as suas economias e a sua sociedade? É, porventura, este o modelo que se deve propor aos Países do Terceiro Mundo, que procuram a estrada do verdadeiro progresso econômico e civil?"
“A resposta apresenta-se obviamente complexa. Se por 'capitalismo' se indica um sistema econômico que reconhece o papel fundamental e positivo da empresa, do mercado, da propriedade privada e da consequente responsabilidade pelos meios de produção, da livre criatividade humana no setor da economia, a resposta é certamente positiva, embora talvez fosse mais apropriado falar de 'economia de empresa', ou de 'economia de mercado', ou simplesmente de 'economia livre'. Mas se por 'capitalismo' se entende um sistema onde a liberdade no setor da economia não está enquadrada num sólido contexto jurídico que a coloque ao serviço da liberdade humana integral e a considere como uma particular dimensão desta liberdade, cujo centro seja ético e religioso, então a resposta é sem dúvida negativa." [8]

Hoje, o Brasil e o mundo estão voltados para a realidade econômica. As pessoas tomam suas decisões olhando tão somente para a própria carteira. A solução imediata para esse problema deve ser cuidadosamente discutida, mas, a médio e longo prazo, é preciso evangelizar, retomar o que os missionários católicos começaram há 500 anos no Brasil, a fim de que ele volte a ser Terra de Santa Cruz.

Referências

  1. Catecismo da Igreja Católica, 2423
  2. Idem
  3. A palavra disciplina, em latim, embora esteja traduzida simplesmente como “disciplina", tem mais que ver com “educação".
  4. Suma Teológica, I-II, q. 95, a. 1
  5. Vida e Conversão de Santo Antão,1,14
  6. Ibidem, 1, 15
  7. Catecismo da Igreja Católica, 2425
  8. Centesimus Annus, 42

Atenção: Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do site padrepauloricardo.org. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do site.

EpisódioTítuloDuraçãoData
170A tríplice vitória de Cristo--:--Abril 17, 2017
169A Paixão de Cristo e a Compaixão da Virgem41:41Abril 03, 2017
168Será que eu tenho uma alma?01:07:17Março 26, 2017
167Qual é a missão de um pai?41:15Março 20, 2017
166O Abortoduto47:33Março 06, 2017
165Um novo Cavalo de Troia50:46Fevereiro 17, 2017
164Como lidar com o sofrimento?50:48Fevereiro 13, 2017
163A Igreja e os anticoncepcionais01:02:38Janeiro 16, 2017
162O aborto e a falácia dos números51:13Dezembro 19, 2016
161Ministro do Supremo admite: “Não devemos satisfação a ninguém”27:26Dezembro 12, 2016
160A “suprema” das injustiças43:51Dezembro 05, 2016
159O Ano da Virgem Maria48:22Novembro 27, 2016
158“Moda” não, mudança de vida!56:07Novembro 18, 2016
157Politizando a Bíblia59:42Novembro 11, 2016
156As deploráveis Terceiras Moradas50:59Novembro 04, 2016
155Aprenda a rezar o Terço01:10:30Outubro 28, 2016
154Diálogo com os namorados01:01:10Outubro 20, 2016
153A conversão de Santa Teresa d'Ávila57:40Outubro 16, 2016
152Santa Elisabete da Trindade01:02:19Outubro 10, 2016
151Projeto Terceira Morada58:54Outubro 03, 2016
150Direção espiritual às famílias58:15Setembro 09, 2016
149Como Ser Família53:24Agosto 26, 2016
148Maria e a nossa vida de oração47:10Agosto 21, 2016
147Aprenda a rezar rezando, com Padre Paulo Ricardo57:47Agosto 08, 2016
146A Oração, de Santo Afonso de Ligório01:06:06Agosto 01, 2016
145São Luís Martin54:19Julho 11, 2016
144Santa Zélia Martin58:13Julho 04, 2016
143A vida de São Luís Gonzaga58:31Junho 20, 2016
14210 Anos de Apostolado57:50Maio 16, 2016
141Senhor, ensina-nos a orar!49:01Abril 18, 2016
139Páscoa: misericórdia ou justiça?01:05:32Março 28, 2016
138Projeto Segunda Morada58:14Janeiro 03, 2016
137O Natal da Misericórdia52:10Dezembro 20, 2015
136A vida de São João da Cruz01:15:13Dezembro 13, 2015
135Beato Miguel Pro, sacerdote e mártir58:42Novembro 22, 2015
134A Medalha Milagrosa55:07Novembro 15, 2015
133A vida de nossas mulheres e crianças em nossas mãos!56:10Outubro 18, 2015
132Sínodo sobre as Famílias: o que podemos esperar?01:03:43Outubro 04, 2015
131Santa Teresinha: Doutora de Vida01:00:11Setembro 27, 2015
130A paixão do Padre Pio de Pietrelcina59:39Setembro 20, 2015
129Sínodo: o que os Bispos precisariam saber...01:08:41Setembro 13, 2015
128A vida de São Felipe Neri01:03:39Julho 19, 2015
127Redução da maioridade penal01:00:10Julho 12, 2015
126Crise econômica e vida espiritual55:04Julho 05, 2015
125Apostólico ou mundano?01:00:22Junho 28, 2015
124A ideologia de gênero e o Estado totalitário57:12Junho 21, 2015
123As Escrituras e a vida espiritual01:03:20Junho 07, 2015
122A Ideologia de Gênero nos Planos Municipais de Educação01:02:25Maio 31, 2015
12150 anos do Concílio Vaticano II: vocação universal à santidade01:01:05Maio 26, 2015
120Ano Santo da Misericórdia01:02:10Maio 20, 2015
119O líder cristão01:08:41Maio 07, 2015
118Padres podem caçar?48:06Abril 14, 2015
117A vida de Santa Teresa d'Ávila01:09:57Março 31, 2015
116O glorioso São José01:11:20Março 18, 2015
115O Reino dos Céus é dos violentos!01:00:47Março 16, 2015
114Família: escola de santidade59:24Março 04, 2015
113A vida consagrada01:11:04Fevereiro 09, 2015
112Igreja paralela? Seita?48:44Janeiro 09, 2015
111Conversa com os alunos sobre as doenças espirituais01:06:28Dezembro 16, 2014
110O Fim está próximo?01:01:53Dezembro 05, 2014
109Música Litúrgica01:08:28Novembro 27, 2014
108E o capitalismo?58:15Novembro 19, 2014
107Guerra cultural: como vencer o projeto marxista de poder52:03Novembro 11, 2014
106O papel da Igreja no mundo político55:18Novembro 05, 2014
105Mais 4 anos de PT...52:43Outubro 29, 2014
104Igreja em crise?01:03:06Outubro 16, 2014
103Sínodo sobre a Família01:00:07Outubro 09, 2014
102Na presença dos anjos!52:31Outubro 02, 2014
101Por que não sou protestante?01:15:33Setembro 30, 2014
100Conversa com os alunos01:06:38Setembro 18, 2014
99A oração da “Ave Maria”58:25Setembro 11, 2014
98As Sagradas Escrituras e a nossa vida espiritual01:05:24Setembro 07, 2014
97Conversa com os alunos01:01:33Setembro 03, 2014
96Ordenar homens casados: solução ou problema?01:07:07Agosto 12, 2014
95O santo sacerdócio de João Maria Vianney 01:02:34Agosto 12, 2014
94Terapia das Doenças Espirituais01:07:29Agosto 02, 2014
93A vida extraordinária de São Charbel Makhluf01:03:04Julho 22, 2014
92Idolatria e sexo desordenado01:17:02Julho 15, 2014
91A Espiritualidade Carmelitana e a Virgem Maria59:03Julho 08, 2014
90Papista!01:04:35Julho 06, 2014
89Herodes e Pilatos ficaram amigos!53:46Junho 17, 2014
88Sou católico e estou na universidade! E agora? 01:04:17Junho 16, 2014
87A Docilidade ao Espírito Santo45:02Junho 09, 2014
86A Mãe do Salvador e a Nossa Vida Interior01:08:17Maio 08, 2014
85A Divina Misericórdia50:57Abril 28, 2014
84São José de Anchieta53:07Abril 09, 2014
83O drama dos casais em segunda união01:01:23Abril 03, 2014
82A respeito da recepção da Comunhão Eucarística por fiéis divorciados novamente casados01:02:11Março 26, 2014
81O Espiritismo é cristão?59:37Março 16, 2014
80A Penitência Quaresmal58:57Fevereiro 27, 2014
79Oração: a porta da santidade52:32Fevereiro 19, 2014
78A impressionante história de Nossa Senhora de Lourdes56:41Fevereiro 17, 2014
77Madre Mariana, amiga e confidente de Nossa Senhora do Bom Sucesso59:15Fevereiro 10, 2014
76Dom Bosco e as três alvuras da fé católica 53:07Janeiro 26, 2014
75Educação sexual das crianças e adolescentes57:16Janeiro 20, 2014
74A história de uma alma56:09Janeiro 13, 2014
73A defesa da família no Congresso Nacional 50:43Dezembro 16, 2013
72Dies Iræ: uma meditação sobre o fim dos tempos59:11Dezembro 02, 2013
71PLC 122: o projeto de destruição da família54:53Novembro 21, 2013
70Maria e o Vaticano II55:18Novembro 13, 2013
69A última Confissão54:52Novembro 07, 2013
68A Resposta Católica53:02Outubro 31, 2013
67As finalidades e os efeitos da Santa Missa 01:02:51Outubro 24, 2013
66Sexo ou gênero?53:41Outubro 06, 2013
65O Senhor dos Anéis01:06:04Setembro 25, 2013
64O novo Código Penal e as ameaças à vida e à família49:47Setembro 17, 2013
63O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota57:24Setembro 11, 2013
62Satanás e os seus demônios55:23Setembro 04, 2013
61O Missal de Paulo VI e a hermenêutica da continuidade 41:39Agosto 27, 2013
60O missal de Paulo VI e a reforma da reforma litúrgica de Bento XVI01:11:15Agosto 22, 2013
59A Quaresma de São Miguel e o auxílio dos anjos40:36Agosto 14, 2013
58Fora da Igreja existe salvação?56:48Agosto 06, 2013
57A Jornada Mundial da Juventude e as palavras de Francisco42:38Julho 30, 2013
56Papa Francisco no Brasil e a Jornada Mundial da Juventude57:29Julho 24, 2013
55Os perigos do veto parcial do PLC 03/2013 39:27Julho 18, 2013
54O perigo das falsas conversões30:51Julho 01, 2013
53O quadro político do Brasil59:31Julho 01, 2013
52As manifestações no Brasil55:54Junho 19, 2013
5145 anos da Humanae Vitae55:15Maio 30, 2013
50Modéstia: Como as mulheres devem se portar (II)18:43Maio 20, 2013
49Modéstia: Como as mulheres devem se portar (I)37:16Maio 20, 2013
48Virgindade e Espiritualidade34:04Maio 08, 2013
47Maternidade50:44Abril 24, 2013
46Feminilidade: o que está acontecendo com as mulheres?58:21Abril 16, 2013
45A dignidade da mulher58:39Abril 10, 2013
44A Santíssima Eucaristia59:14Abril 01, 2013
43Preparação para Páscoa "Victimae Paschali Laudes"55:37Março 26, 2013
42Papa Francisco e a Liturgia de Bento XVI (II)30:54Março 20, 2013
41Papa Francisco e a liturgia de Bento XVI (I)39:33Março 19, 2013
40O Conclave54:04Março 13, 2013
39Como ainda crer na santidade da Igreja?58:30Março 05, 2013
38Os últimos dias de Bento XVI 01:01:32Fevereiro 28, 2013
37A renúncia do Santo Padre e próximo conclave51:42Fevereiro 19, 2013
36A Infância de Jesus28:30Dezembro 18, 2012
35O ódio ao feminino49:15Novembro 27, 2012
34Masculinidade: o que está acontecendo com os homens de Deus?58:01Novembro 20, 2012
33Masculinidade: o que está acontecendo com os homens?59:44Novembro 13, 2012
32Doenças espirituais: o que são e como combatê-las52:58Novembro 06, 2012
31O Ano da Fé59:18Outubro 24, 2012
30Os Mártires de Hoje47:44Outubro 08, 2012
29Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (VI)38:59Outubro 01, 2012
28Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (V)46:55Setembro 24, 2012
27Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (IV)43:23Setembro 17, 2012
26Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (III)55:59Setembro 10, 2012
25Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (II)01:01:07Setembro 03, 2012
24A Nova Estratégia Mundial do Aborto (I)48:14Agosto 27, 2012
23Nova Ordem Mundial: a maior ameaça ao Cristianismo57:51Agosto 20, 2012
22Nova Ordem Mundial26:19Agosto 13, 2012
21Lançamento do DVD "Antropologia e Escatologia"58:11Agosto 05, 2012
20São Felipe Neri: "Prefiro o paraíso"41:07Julho 30, 2012
19A vida em risco49:09Julho 16, 2012
18Dom Eugênio Sales, uma escola de fidelidade47:56Julho 09, 2012
17O preço da fidelidade40:47Julho 02, 2012
16A presença de São Pedro em Roma36:10Junho 25, 2012
15O Gnosticismo em nosso meio01:03:27Junho 18, 2012
14Exame de consciência: 20 anos de sacerdócio49:47Junho 11, 2012
13Crise na Igreja01:08:16Junho 04, 2012
12Marxismo Cultural e o Comunismo01:13:28Fevereiro 07, 2012
11Ó admirável intercâmbio!26:03Dezembro 22, 2011
10Ó Emanuel!01:22:52Dezembro 16, 2011
9PL122 - A lei da mordaça gay01:20:04Dezembro 05, 2011
8Teologia e espiritualidade do Advento e do Natal38:50Novembro 28, 2011
7Conversão e a luta contra o pecado01:01:15Novembro 24, 2011
6Presença real de Jesus na Eucaristia01:06:48Novembro 17, 2011
5O Inferno01:07:31Novembro 10, 2011
4E agora, para onde vamos?01:06:20Novembro 02, 2011
3A vida de São Pio de Pietrelcina01:05:55Setembro 20, 2011
2O protestantismo01:05:55Setembro 12, 2011