CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

560. Maria, Mãe dos sacerdotes

Assista à homilia de hoje e una-se às preces que a família Christo Nihil Præponere eleva a Deus neste dia, suplicando-Lhe que conceda ao Pe. Paulo e todos os demais padres um amor tão mariano que os configure ao Sumo Sacerdote, Jesus Cristo.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt
5, 17-19)

Naquele tempo; disse Jesus aos seus discípulos: "Não penseis que vim abolir a Lei e os Profetas. Não vim para abolir, mas para dar-lhes pleno cumprimento. Em verdade, eu vos digo: antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei, sem que tudo se cumpra. Portanto, quem desobedecer a um só destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar os outros a fazerem o mesmo, será considerado o menor no Reino dos Céus. Porém, quem os praticar e ensinar será considerado grande no Reino dos Céus".

Cristo, ao entregar-nos a Virgem Maria, quis dar-no-la pelas mãos de um sacerdote há pouco ordenado, São João (cf. Jo 19, 25ss), no qual a Igreja sempre viu figurados não só os fiéis, mas ainda toda a humanidade. Pois Maria, como Mãe de Cristo e da Igreja, é também Mãe da graça — graça que o Senhor quer verter copiosamente sobre todos os homens para os salvar e trazer ao conhecimento da verdade (cf. 1Tm 2, 4). Aos pés da cruz, pouco antes de morrer, Jesus confiou ao discípulo amado a criatura a que Ele mais queria: "Eis aí a tua mãe", e daquela hora em diante João a levou para a sua intimidade (gr. 'εἰς τὰ ἴδια'; lt. in sua), tornando-a parte de seu próprio coração. Por isso, a Virgem Santíssima tem, por disposição de seu Filho, uma presença mais do que especial em toda alma consagrada ao ministério sacerdotal, convocada pela própria vocação a fazer crescer em si e nos outros a devoção a esta tão boa Mãe. Que hoje, em nosso momento de oração, possamos lembrar-nos de todos os sacerdotes com que Deus nos dispensa os seus mistérios, alimentando-nos com a Eucaristia e restituindo-nos pela Penitência à sua amizade. Peçamos a Ele, pois, que abrase o coração de seus filhos sacerdotes com um amor tão mariano que os configure ao Coração Sacratíssimo que, mesmo na agonia do Calvário, não se esqueceu de dar-nos Maria.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.