CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc
21,5-11)

Naquele tempo, algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: "Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído". Mas eles perguntaram: "Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?" Jesus respondeu: "Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: 'Sou eu!' E ainda: 'O tempo está próximo'. Não sigais essa gente! Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim". E Jesus continuou: "Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu".

Santa Cecília, cuja memória hoje celebramos, foi uma jovem romana convertida à fé cristã que, por fidelidade ao Evangelho, foi condenada a morrer asfixiada em sua própria casa. O Deus de misericórdia, no entanto, manifestou nela a grandeza do seu amor, fazendo-a suportar o tormento do martírio em meio a hinos e cânticos de louvor, à semelhança do que sucedera a Ananias, Azarias e Misael, que resistiram milagrosamente à fornalha de Nabucodonosor enquanto entoavam loas de adoração ao Senhor de Israel. Como porém não a conseguissem matar por asfixia, um lictor foi chamado para cortar-lhe a cabeça, em cujos lábios só havia lugar para salmodiar as maravilhas de Cristo Jesus. Roguemos pois a Deus, Pai todo-poderoso, que seja propício às nossas preces e, pela intercessão de Santa Cecília de Roma, nos faça firmes na fé e constantes na confissão do seu santo nome.

Download do Material

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.