CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Aproveite a nossa maior promoção do ano!

Descontos regressivos:
quanto antes você assinar, maior o desconto. A partir de 45% na assinatura anual.

  • Descontos diminuem com o tempo;
  • Quanto antes você assinar, maior o desconto;
  • Mais de 40 cursos à sua disposição;
  • Acesso a transmissões exclusivas para alunos;
  • Participação nos sorteios de assinaturas vitalícias (de 14 a 21 de novembro);
Assine agora
  • 38
  • 39
  • 40
  • 41
  • 42
  • 43

O templo que Deus sempre desejou

A Virgem de Nazaré, pobre aos olhos humanos, é a mais rica, a mais esplêndida e a mais bela de todas as criaturas, porque é o templo místico, preparado desde a eternidade, que o Filho de Deus escolheu como sua morada.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc 1, 26-38)

No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”

Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. O anjo então disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, porque para Deus nada é impossível”. Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.

O Evangelho de ontem abria-se com um cenário solene, bem no coração de Israel, no Santo dos Santos, onde Zacarias, comunicado pelo anjo do Senhor, recebera a notícia de que lhe nasceria um filho, o Precursor de Cristo. O Evangelho de hoje, por sua vez, abre-se com um cenário humilde, numa cidadezinha esquecida no interior da Galiléia, na casa da Virgem Maria, que, visitada pelo mesmo anjo, recebe a notícia de que lhe nascerá um Filho, o próprio Deus altíssimo. De um lado, temos um destacado sacerdote da tribo de Abias, no Templo de Jerusalém; de outro, uma Virgem pobre e desconhecida, vivendo numa choupana menos do que miserável. A ambos se dirige o mesmo anjo, com a mesma majestade, para lhes comunicar os desígnios de Deus. De um lado, vemos um suntuoso templo de pedra, construído por mãos humanas; de outro, o templo, incomparavelmente mais santo, do corpo e da alma de Maria, formado com todo o esmero pelas mãos divinas de quem nela nasceria. Porque, com efeito, o templo que, no Antigo Testamento, Deus quis fosse preparado para si não era mais do que tipo e figura deste templo místico que é a Virgem SS., em cujo Coração, nova Arca da Aliança, Cristo nasceria antes espiritualmente para depois, num mistério impenetrável, fazer-se carne em suas entranhas. Se o contraste entre o luxo da Jerusalém e a pobreza de Nazaré já é marcante, não o é menos o contraste entre a pobreza espiritual da Cidade Santa e a riqueza de graça e amor escondida, qual um tesouro reservado só para Deus, no Coração Imaculado de Maria. Se é lamentável a incredulidade com que Zacarias, representando toda a casta sacerdotal, recebeu a notícia do anjo, é infinitamente admirável a fé com que Maria deu o seu “sim” à mensagem mais inacreditável que jamais houve: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus”.

Material para Download
Texto do episódio
Material para download
Comentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.