CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc
4, 14-22a)

Naquele tempo, Jesus voltou para a Galileia, com a força do Espírito, e sua fama espalhou-se por toda a redondeza. Ele ensinava nas suas sinagogas e todos o elogiavam. E veio à cidade de Nazaré onde se tinha criado. Conforme seu costume, entrou na sinagoga no sábado, e levantou-se para fazer a leitura.

Deram-lhe o livro do profeta Isaías. Abrindo o livro, Jesus achou a passagem em que está escrito: "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção para anunciar a Boa Nova aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos cativos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos e para proclamar um ano da graça do Senhor".

Depois fechou o livro, entregou-o ao ajudante, e sentou-se. Todos os que estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele. Então começou a dizer-lhes: "Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir".

Todos davam testemunho a seu respeito, admirados com as palavras cheias de encanto que saíam da sua boca.

O Evangelho desta 5.ª-feira vem muito a propósito do Ano da Misericórdia, cuja abertura celebramos há poucos dias. Com efeito, somos hoje transportados àquela sinagoga de Nazaré em que Jesus, desde pequenino, ouvia as santas palavras que Ele próprio inspirara aos hagiógrafos. Indo, pois, fazer a leitura do dia, tomou o Senhor o livro de Isaías e, aí vendo as revelações que séculos antes fizera o profeta a seu respeito e que a Igreja agora nos traz à memória, disse aos ouvintes, seus conterrâneos: "Hoje se cumpriu esta passagem da Escritura que acabastes de ouvir."

Jesus se identifica, pois, com o Ungido de Deus, o enviado para "levar a boa nova aos humildes, curar corações doloridos, anunciar aos cativos a redenção, e aos prisioneiros a liberdade". Dando cumprimento a esse texto profético, Jesus proclama "um ano de graças da parte do Senhor" (Is 61, 1) e inaugura o anúncio da Boa Notícia que o Pai quer transmitir aos homens: Deus está conosco e, fazendo-se em tudo semelhante a nós, vem trazer-nos a libertação do pior dos males, o pecado. A divina humanidade de Nosso Senhor vem, pois, dar-nos o toque da Graça, vem ungir-nos com o Espírito de que está revestido.

Essa mesma humanidade, que nos toca realmente na Eucaristia, quer também anunciar a cada um de nós a alegria do seu Evangelho. Resgatando-nos da iniquidade que nos mantinha cativos do demônio, Jesus quer continuar a operar em nós a sua obra de salvação e libertação. Abramo-nos à Graça de tão amável Redentor e, livres do pecado e nascidos para uma vida nova em Cristo Jesus, levemos a outros corações o "ano de graças" que Ele hoje nos oferece.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.