CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Conheça os sacramentos da Igreja com o Padre Paulo Ricardo

Texto do episódio
20

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 6, 1-6)

Naquele tempo, Jesus foi a Nazaré, sua terra, e seus discípulos o acompanharam. Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam: “De onde recebeu ele tudo isto? Como conseguiu tanta sabedoria? E esses grandes milagres que são realizados por suas mãos? Este homem não é o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, de Joset, de Judas e de Simão? Suas irmãs não moram aqui conosco?” E ficaram escandalizados por causa dele.

Jesus lhes dizia: “Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares”. E ali não pôde fazer milagre algum. Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos. E admirou-se com a falta de fé deles. Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.


Texto do episódio:

Hoje, celebramos a memória de São João Bosco, Padroeiro dos jovens. São João Bosco é um verdadeiro farol para a evangelização dos jovens porque revolucionou o método de abordagem da juventude.

Antes, a Igreja estava acostumada com uma sociedade cristã e tratava os educandos como seus filhos. Porém, a sociedade foi aos poucos sendo descristianizada, e logo os jovens começaram a se comportar como rebeldes, de modo que o professor deixou de ser verdadeiramente um pai. Por causa disso, foram sendo adotados métodos um pouco mais “coercitivos” que, no fundo, não conseguiam transformar o coração do jovem. Diante dessa situação, este santo tão compassivo se tornou um “pescador de homens”, ou seja, ao conquistar os jovens com seu Oratório Festivo e com seu amor, ele foi transformando aos poucos suas vidas.

Hoje em dia, parece que estamos dando aos jovens apenas o que eles desejam ouvir, alimentando sua mentalidade mundana. Não basta somente ser simpático com eles. Existe algo de profundamente equivocado em algumas de nossas pastorais que lidam com a juventude, pois fazem com que a Igreja se adapte tanto ao jovem que ela vai se mundanizando e perdendo a sua capacidade transformadora. 

Temos de entender que o jovem é um desafio. Sobre isso, o Papa Pio XII nos recorda: “O jovem é feito para o heroísmo”. Se você pedir apenas uma coisa para o jovem, ele não vai te dar nada, mas se você pedir tudo, ele te dará tudo. Todavia, para isso, é necessário primeiro mudar a vida dele. Não podemos simplesmente pegar os jovens mundanos e trazê-los para dentro da Igreja, para que nela eles continuem sendo profanos do jeito que eram lá fora. 

Precisamos, assim como São João Bosco, “pescar” o  jovem com amor, a fim de que, desafiado por um amor ainda maior, ele mude verdadeiramente sua vida. São João Bosco dizia: “Nossa vida é um presente de Deus, e o que fazemos dela é o nosso presente a Ele”. Façamos dessa frase um lema para nossas vidas, a fim de servirmos a Deus da forma que Ele merece e alcançarmos, desse modo, a genuína felicidade.

O que achou desse conteúdo?

2
0
Mais recentes
Mais antigos
Texto do episódio
Comentários dos alunos