CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Confira a história em quadrinhos de Nossa Senhora de Fátima!

Texto do episódio
40

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc 7, 14-23)

Naquele tempo, Jesus chamou a multidão para perto de si e disse: “Escutai todos e compreendei: o que torna impuro o homem não é o que entra nele vindo de fora, mas o que sai do seu interior. Quem tem ouvidos para ouvir ouça”.

Quando Jesus entrou em casa, longe da multidão, os discípulos lhe perguntaram sobre essa parábola. Jesus lhes disse: “Será que nem vós compreendeis? Não entendeis que nada do que vem de fora e entra numa pessoa pode torná-la impura, porque não entra em seu coração, mas em seu estômago e vai para a fossa?” Assim Jesus declarava que todos os alimentos eram puros.

Ele disse: “O que sai do homem, isso é que o torna impuro. Pois é de dentro do coração humano que saem as más intenções, imoralidades, roubos, assassínios, adultérios, ambições desmedidas, maldades, fraudes, devassidão, inveja, calúnia, orgulho, falta de juízo. Todas estas coisas más saem de dentro e são elas que tornam impuro o homem”.

Texto do episódio:

No Evangelho de hoje, Jesus nos ensina que aquilo que torna o homem verdadeiramente impuro é o que sai do seu coração.

No Antigo Testamento, Deus havia colocado algumas observâncias preceituais, para que o povo se acostumasse a obedecer à lei, mas tudo isso foi se tornando apenas uma ação exterior. Ainda hoje, outras religiões possuem preceitos rituais, no qual é necessário realizar ritos externos, mas não se exige uma transformação interior, não se ensina que é preciso mudar de vida.

Portanto, Deus, para tirar as pessoas de um culto simplesmente ritualístico, de oferecer sacrifícios e depois viver uma vida indiferente, precisava de uma pedagogia: a pedagogia do Antigo Testamento, onde Deus ensina leis que vão preparando o povo para uma obediência, a fim de mostrar que o culto que verdadeiramente agrada a Ele é a mudança de vida.

Nesse contexto de quase “obsessão” com os ritos externos, Nosso Senhor deixa claro que não é a ausência desses ritos que torna alguém impuro, mas o que está dentro da pessoa.

Alguns acham que o cristianismo é contra o corpo. Contudo, quando a Bíblia nos fala de “carne” no sentido negativo, de algo pecaminoso, ela está falando da alma, não do corpo, porque é a alma que peca. Quando a alma é desordenada ao ponto de se deixar conduzir pelas necessidades físicas, sendo escrava dos prazeres, ela é chamada de “carne”.

Então, ao afirmar que “é o que sai de dentro que torna o homem impuro”,  Jesus nos ensina que é a alma quem consente e comete pecados, não o corpo. Por isso, peçamos a Deus a graça de sempre termos uma alma livre de más inclinações, e sempre pura nas suas intenções.

O que achou desse conteúdo?

4
0
Mais recentes
Mais antigos
Texto do episódio
Comentários dos alunos