Ai dos católicos aplaudidos pelo mundo!
CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Ai dos católicos aplaudidos pelo mundo!

Aos católicos que negam a própria fé para agradar o mundo, a Escritura tem palavras contundentes: “Não sabeis que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Assim, todo aquele que pretende ser amigo do mundo torna-se inimigo de Deus” (Tg 4, 4).

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Mc 1, 14-20)

Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: “O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”

E, passando à beira do mar da Galileia, Jesus viu Simão e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. Jesus lhes disse: “Segui-me e eu farei de vós pescadores de homens”. E eles, deixando imediatamente as redes, seguiram a Jesus. Caminhando mais um pouco, viu também Tiago e João, filhos de Zebedeu. Estavam na barca, consertando as redes; e logo os chamou. Eles deixaram seu pai Zebedeu na barca com os empregados e partiram, seguindo Jesus.

Tem prevalecido hoje, mesmo em ambientes ditos de Igreja, a mentalidade de que “os cristãos têm de ser iguais a todo o mundo”. Como consequência, os católicos realmente se tornam mundanos e traem a fé da Igreja só para agradar os que estão fora dela e a odeiam. O verdadeiro discípulo de Cristo, porém, sabe que sua recompensa não está aqui e compreende que o preço da fidelidade a Deus é justamente a perseguição do mundo. Nesta homilia de domingo, Padre Paulo Ricardo repete um importante alerta da Escritura a todos que se denominam católicos: “A amizade com o mundo é inimizade com Deus”.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.