CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

394. As visitas do Salvador

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt
9, 27-31)

Naquele tempo, partindo Jesus, dois cegos o seguiram, gritando: "Tem piedade de nós, filho de Davi!" Quando Jesus entrou em casa, os cegos se aproximaram dele. Então Jesus perguntou-lhes: "Vós acreditais que eu posso fazer isso?"

Eles responderam: "Sim, Senhor". Então Jesus tocou nos olhos deles, dizendo: "Faça-se conforme a vossa fé". E os olhos deles se abriram. Jesus os advertiu severamente: "Tomai cuidado para que ninguém fique sabendo". Mas eles saíram, e espalharam sua fama por toda aquela região.

Jesus Cristo é o Redentor anunciado pelos profetas; Ele é o Rei e Senhor (cf. Sl 2; 44; 109; Zc 9, 9) que Deus prometera a seu povo, o Príncipe da paz (cf. Is 9, 6) que viria a este mundo para instaurar em Israel um reino em que não haveria dores, sofrimentos e males. Jesus mesmo deu testemunho de sua missão e personalidade messiânicas não apenas por palavra, mas sobretudo por obras (cf. Jo 5, 36; 10, 37s; 14, 11; 15, 24) — como a cura dos dois cegos a que hoje assistimos no Evangelho —, sinais claros que manifestam e dão prova de sua origem e majestade divinas (cf. Jo 2, 11; 11, 40). Este mesmo Senhor, que veio outrora como Servo sofredor (cf. Is 53) e carregado de opróbrios, a fim de confundir a soberba e vã sabedoria dos homens, continua a vir a cada um de nós, mas nem sempre da maneira em que nós O esperamos: não em consolações e sucessos, não em facilidades e vitórias, mas na presença misericordiosa do sofrimento e da cruz, dos fracassos e das derrotas.

Este tempo de Advento, tempo de espera pela vinda do Salvador, é uma ocasião preciosa que devemos aproveitar para, pedindo-o na oração, conformarmos nossa vontade à de Deus, para transformarmos em amor todas as dores e tribulações que Ele mesmo amorosamente nos enviar. Roguemos hoje à Virgem Imaculada, Mãe de misericórdia e Mãe dolorosa, que nos alcance a graça de, a exemplo de seu Filho, vivermos este Advento com espírito de penitência e reparação, suportando alegre e pacientemente as cruzes com que prepararemos nosso encontro com Cristo neste próximo Natal.

Download do Material

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.