CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

1230. Festa da Dedicação de Santa Maria Maior

Segundo a tradição, no século IV, em pleno verão, a Virgem Maria teria aparecido sobre o monte Esquilino e, como por milagre, feito nevar apenas ali, para indicar o seu desejo de que lhe fosse erigida uma igreja naquele lugar: a futura Basílica de Nossa Senhora Maior.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt 14, 13-21)

Naquele tempo, quando soube da morte de João Batista, Jesus partiu e foi de barco para um lugar deserto e afastado. Mas quando as multidões souberam disso, saíram das cidades e o seguiram a pé. Ao sair da barca, Jesus viu uma grande multidão. Encheu-se de compaixão por eles e curou os que estavam doentes. Ao entardecer, os discípulos aproximaram-se de Jesus e disseram: “Este lugar é deserto e a hora já está adiantada. Despede as multidões, para que possam ir aos povoados comprar comida!” Jesus porém lhes disse: “Eles não precisam ir embora. Dai-lhes vós mesmos de comer!” Os discípulos responderam: “Só temos aqui cinco pães e dois peixes”. Jesus disse: “Trazei-os aqui”. Jesus mandou que as multidões se sentassem na grama. Então pegou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos para o céu e pronunciou a bênção. Em seguida partiu os pães, e os deu aos discípulos. Os discípulos os distribuíram às multidões. Todos comeram e ficaram satisfeitos, e dos pedaços que sobraram, recolheram ainda doze cestos cheios. E os que haviam comido eram mais ou menos cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças.

A Igreja festeja hoje a dedicação da Basílica de Santa Maria Maior, construída no alto do monte Esquilino, uma das sete colinas sobre as quais Roma foi fundada. Segundo conta a tradição, durante o pontificado do Papa Libério, em pleno mês de agosto, o mais quente do ano na Cidade Eterna, a Virgem Maria teria aparecido no topo do Esquilino e feito nevar apenas sobre aquele monte, para indicar que ali havia de ser-lhe construído um novo templo. É por isso que esta Basílica recebe também o nome de Nossa Senhora das Neves, como foi chamada durante vários séculos. Seja verídica ou não, dada a falta de documentos históricos suficientes que a comprovem, essa história tem uma importante lição a nos ensinar sobre a vinda a este mundo da graça divina. Sobre a terra árida e estéril do pecado, Deus faz nevar, como por um milagre, o floco puríssimo da Virgem Maria, a Imaculada Conceição, que com sua presença angelical é como um manto de amor a Deus a cobrir a aridez dos pecadores. Ela, Mãe do Verbo encarnado, é também sinal da graça, já que por sua intercessão nos chegam todos os auxílios necessários para que também em nossas almas nasça Jesus. É muito significativo, neste sentido, que no altar central desta Basílica se encontrem as relíquias da manjedoura em que Cristo teria nascido, símbolo expressivo de que, no coração da cristandade, na cidade em que Deus quis assentar a cátedra de Pedro, está presente a Virgem SS., em cujo seio foi gerado segundo a carne o nosso Redentor e por cuja intercessão o mesmo Salvador quer ser gerado misticamente em nossas almas. — Que ela, salus populi Romani et Christiani, nos guarde sempre sob a proteção de seu manto alvíssimo e nos alcance, por seu méritos e preces, uma perfeita pureza de corpo e alma, a fim de podermos sair sem culpas deste mundo pelo auxílio daquela que nele entrou sem mancha de pecado.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.