CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

Memória de São Pio de Pietrelcina, Presbítero

Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para este sábado, dia 23 de setembro, conheça um pouco mais sobre a vida deste santo admirável e aprenda com ele o valor de amar filialmente a Santíssima Virgem Maria.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc
8, 4-15)

Naquele tempo, reuniu-se uma grande multidão, e de todas as cidades iam ter com Jesus. Então ele contou esta parábola: "O semeador saiu para semear a sua semente. Enquanto semeava, uma parte caiu à beira do caminho; foi pisada e os pássaros do céu a comeram.

Outra parte caiu sobre pedras; brotou e secou, porque não havia umidade. Outra parte caiu no meio de espinhos; os espinhos cresceram juntos, e a sufocaram. Outra parte caiu em terra boa; brotou e deu fruto, cem por um".

Os discípulos lhe perguntaram o significado dessa parábola. Jesus respondeu: "A vós foi dado conhecer os mistérios do Reino de Deus. Mas aos outros, só por meio de parábolas, para que olhando não vejam, e ouvindo não compreendam".

A parábola quer dizer o seguinte: A semente é a Palavra de Deus. Os que estão à beira do caminho são aqueles que ouviram, mas, depois, vem o diabo e tira a Palavra do coração deles, para que não acreditem e não se salvem.

Os que estão sobre a pedra são aqueles que, ouvindo, acolhem a Palavra com alegria. Mas eles não têm raiz: por um momento acreditam; mas na hora da tentação voltam atrás. Aquilo que caiu entre os espinhos são os que ouvem, mas, com o passar do tempo são sufocados pelas preocupações, pela riqueza e pelos prazeres da vida, e não chegam a amadurecer. E o que caiu em terra boa são aqueles que, ouvindo com um coração bom e generoso, conservam a Palavra, e dão fruto na perseverança.

É com imensa alegria e profunda gratidão a Deus que comemoramos hoje a memória de São Padre Pio de Pietrelcina. Nascido num século em que o mundo estava perdendo a fé, este santo presbítero foi um precioso dom dos céus e uma bênção extraordinária para toda a Santa Igreja de Cristo. Num tempo em que a identidade do sacerdote católico começa a oscilar, Padre Pio foi, e ainda é, um exemplo admirável daquilo em que consiste a verdadeira vocação sacerdotal: sacrificar-se a Deus e ao povo fiel, pela celebração piedosa da Santa Missa e a administração do perdão no sacramento da Penitência. Agraciado não só com o dom de operar milagres, mas também, o que é mais importante, de amar e arrebatar muitas almas para o amor de Cristo, este humilde frade capuchinho passou pelo mundo fazendo o bem, sem nunca ocupar qualquer cargo: nem pároco nem superior — "apenas" padre. Era no Santo Rosário, meditado vez por outra mais de uma dezena de vezes ao dia, que ele encontrava a sua peça de combate contra o diabo e o mundo. Era na Virgem Maria, a quem tanto teve devoção sob o título de Nossa Senhora de Fátima, que ele via sua Mãe, o auxílio na dificuldade, a saúde na doença e a força para cumprir os deveres sacerdotais. Ponhamo-nos hoje sob o patrocínio de São Padre Pio de Pietrelcina e lhe peçamos a graça de também nós termos uma terna devoção à Virgem Santíssima, um filial afeto por suas imagens e a firme constância de perseverarmos em nossa consagração total a ela.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.