CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Conheça os sacramentos da Igreja com o Padre Paulo Ricardo

Texto do episódio
971

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt 7, 6.12-14)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Não deis aos cães as coisas santas, nem atireis vossas pérolas aos porcos; para que eles não as pisem com o pés e, voltando-se contra vós, vos despedacem. Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas. Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso é o caminho que leva à perdição, e muitos são os que entram por ele! Como é estreita a porta e apertado o caminho que leva à vida! E são poucos os que o encontram!”

O Evangelho de hoje se inicia com uma fala surpreendente de Jesus: “Não deis aos cães as coisas santas. Não atireis pérolas aos porcos” (Mt 7, 6).

Primeiro, devemos nos dar conta de que os tesouros sagrados, como a Santíssima Eucaristia, precisam ser bem cuidados, a fim de que as pessoas às quais nós administramos esses sagrados tesouros não terminem transformando-os numa profanação. Os porcos e os cães que Jesus menciona hoje se referem justamente àqueles que não estão preparados para receber esses tesouros.

Por exemplo, se alguém dá o Corpo de Cristo a quem vive em pecado público e notório, está profanando o Santíssimo Sacramento. E isso em nada beneficia o pecador, muito pelo contrário, contribui para a sua perdição. 

Dito isso, Jesus continua seu discurso falando do esforço que precisamos fazer para entrar pela porta estreita: “Entrai pela porta estreita porque larga é a porta e espaçoso é o caminho que leva à perdição, e muitos são os que entram por ele! Como é estreita a porta e apertado o caminho que leva à vida! E são poucos os que o encontram!” (Mt 7, 13-14). Com essa frase, Jesus quer nos dizer que Ele é o caminho e a porta estreita que nos levam à salvação.

No Evangelho de São João, Cristo nos diz que Ele é o caminho, a verdade e a vida; na parábola do Bom Pastor, Ele afirma que é a porta das ovelhas. Nesse mundo cheio de indiferentismo religioso, vemos muitas pessoas dizendo que, no fim, todos irão encontrar o caminho para o Céu. No entanto, Jesus não disse isso. Outros dizem que, como Deus é bondade e amor, é muito fácil se salvar. Todavia, Cristo não disse isso. Jesus disse “esforçai-vos”. Assim, uma vez que nós nos esforçamos e buscamos o caminho que é Jesus, então, nós estamos prontos para as coisas santas, como, por exemplo, receber a Eucaristia.

“E tudo quanto quereis que os outros façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas” (Mt 7, 12). Para entendermos melhor, façamos uma comparação: uma pessoa está doente, e o médico sabe como curá-la. Entretanto, o processo é difícil,  e por isso ele não vai fazer exigências a ela, já que o importante é a pessoa ser feliz e fazer o que ela deseja. Não ficaríamos bravos com uma atitude assim?

Portanto, essa frase de Jesus nos mostra que, mesmo sendo doloroso, precisamos contar a verdade àqueles que estão afastados do caminho da salvação. Portanto, coloquemos em prática esses ensinamentos de Jesus, tão valiosos, preparando as pessoas para passarem pela porta estreita e, desse modo, serem purificadas e dignas de receber os santos sacramentos, a fim de um dia gozarem da vida no Céu, na glória com Deus.

O que achou desse conteúdo?

9
71
Mais recentes
Mais antigos
Texto do episódio
Comentários dos alunos