CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Introdução a Chesterton

Ortodoxia (III)

O Chesterton de Ortodoxia tinha já uma mentalidade agudamente católica, que, aliada ao seu natural bom-senso, o preservou dentro do anglicanismo daqueles mesmos erros que, à época, começavam a ameaçar o corpo da Igreja de Cristo.

Tanto é assim que não seria exagerado dizer que o que o Papa São Pio X fez em sua encíclica Pascendi, com autoridade pontifícia, o fez Chesterton de algum modo em Ortodoxia, com a despretensão de um filósofo sensato.

31

Como anunciamos na primeira aula sobre Ortodoxia, os três capítulos finais do livro versam, fundamentalmente, sobre a necessidade de abraçar o catolicismo — ou o que Chesterton entendia por tal — em sua integridade. Como também foi dito, ao publicar Ortodoxia em 1908 Chesterton já se havia convertido ao cristianismo, mas sob aquela forma que lhe era então conhecida, o anglicanismo, erroneamente identificado por muitos cristãos ingleses com o verdadeiro catolicismo. Será apenas em 1920 que o escritor londrino irá fazer-se plenamente cristão, ao incorporar-se à Igreja Católica Romana.

Não obstante, vimos ao longo das aulas passadas que o Chesterton de Ortodoxia tinha já uma mentalidade agudamente católica, que, aliada ao seu natural bom-senso, o preservou dentro do anglicanismo daqueles mesmos erros que começavam então a infectar o corpo da Igreja de Cristo, quer dizer, do vírus modernista. Tanto é assim que não seria exagerado dizer que o que o Papa S. Pio X fez em sua encíclica Pascendi, com autoridade pontifícia, o fez Chesterton em Ortodoxia, com a despretensão de um filósofo sensato.

Não percamos de vista que, um ano antes da publicação de Ortodoxia, S. Pio X...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos