CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

104. Como identificar um gnóstico em uma comunidade católica?

A tentação à gnose se manifesta, dentro de nós, todas as vezes em que pretendemos ser "conselheiros de Deus", acreditando que faríamos um mundo melhor ou diferente "se fôssemos deuses".

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

O conceito de gnose pode ser dividido em duas características básicas. A primeira é quando a pessoa crê que a realidade atual é opressora e escravizante. A segunda é que existe um conhecimento que liberta dessa opressão. Gnosis em grego quer dizer conhecimento.

Desde a Antiguidade, passando pela Idade Média e até os dias atuais é possível perceber o gnosticismo. Todavia, ao longo do tempo, este movimento passou por um processo gradual de secularização e, atualmente, trata-se de um movimento ateu e materialista. Isto quer dizer que existe um ódio fundamental contra a estrutura da realidade (obviamente representada pela Civilização Ocidental e tudo o que ela traz). Antigamente esse ódio era direcionado ao deus mau, o demiurgo, aquele que criou o mundo material (portanto, ruim).

Hoje em dia, essa estrutura, antes criada por um deus, pode ser representada por um ideologia, um sistema, que acorrenta o homem a um mundo “errado". O conhecimento teórico, pela gnose, traria a libertação. No mundo secularizado, o conhecimento teórico é chamado de teoria crítica. O desconstrucionismo é consequência da teoria crítica que não aceita as antigas estruturas e quer refazê-las, recriá-las.

Naturalmente o homem possui dentro de si uma espécie de tentação gnóstica. Ela se manifesta todas as vezes em que se pretende ser "conselheiro de Deus", ou que se acredita que faria o mundo melhor ou diferente "se eu fosse Deus".

Felizmente, Deus quer crucificar a gnose dentro de cada homem. Ele o faz por meio do embate com o mundo real. A obediência à estrutura real como ela foi criada por Deus, bem como pela vontade de aceitar a realidade como ela foi criada, mesmo que não seja do jeito imaginado.

Tomar a cruz dia após dia é lutar contra a gnose. A vontade de Deus muitas vezes de manifesta em agruras e sofrimentos. Aceitar a vontade de Deus não é algo fácil, o próprio Jesus suou sangue para obedecer.

A finalidade da vida cristã não é outra a não ser lutar contra a gnose que existe dentro de cada um, vencendo a tentação de querer ser Deus, de fazer melhor que Deus. É deixar de ser uma criança mimada, cujas vontades devem ser satisfeitas e inclinar a própria vontade à vontade Daquele que tem o poder de dar a vida eterna, a salvação.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.