CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Escravidão Digital

A experiência do Filho Pródigo

Além de restaurar o estado de graça, reacendendo a chama da vida divina em nós, é preciso garantir que cresçamos no estado de graça, não deixando que essa chama se apague. O principal combustível para isso é a vida de oração.

Não há “força de vontade” neste mundo que dispense uma vida de intimidade com Deus através da oração. Por incrível que pareça, há quem passe meses, anos ou décadas sem dirigir uma única oração pessoal a Deus. 

Mas é justamente esse “rasgar” o coração, colocando nossa miséria diante de Deus e suplicando seu auxílio na busca pela libertação, que constitui uma oração de fato infalível.

1516

Teoria e prática

Até essa altura do curso nos dedicamos a assuntos, digamos, mais teóricos. No entanto, é preciso dizer que, por incrível que pareça, esse conhecimento teórico já é, na prática, o primeiro passo para a libertação da dependência da internet. 

Entendemos até aqui o funcionamento do nosso cérebro; descobrimos que temos alma e que nessa alma há a inteligência, que nos revela a verdade, e a vontade, que nos faz resistir aos desejos; soubemos, por fim, que podemos contar com a graça de Deus. Ora, obter todas essas informações já é meio caminho para a cura dos vícios.

Parece contrassenso dizer que a teoria já serve como prática, mas, no nosso caso, temos que partir do princípio de que o diabo e seus secretários, muito ativos nas redes sociais, alcançam sucesso com base em mentiras. No Éden, a Serpente convenceu Eva de que não lhe faria mal aquela mordida; na cracolândia, o novato é convencido de que um traguinho apenas não mata ninguém, que uma carreirinha não vicia. Seja em pele de Serpente ou de traficante, o diabo jamais revela à sua vítima que ela está caindo na escravidão. Pelo contrário, o Mal se usa de mentiras, e das mais...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos