CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

348. O sinal de Jonas

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lc 11, 29-32)

Naquele tempo: Quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: 'Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas. Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração,e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão. No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas.'

Há apenas alguns versículos, São Lucas narra que, enquanto uns acusavam o Cristo de agir por força de Belzebu, príncipe dos demônios, outros, para pô-lO à prova, pediam-Lhe um sinal do Céu (v. 15-16). No Evangelho de hoje, a esses que há pouco O tentavam, e a outros que à multidão se juntavam, declara o Senhor, Aquele que há de vir a julgar os vivos e os mortos: Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas. E por que não será dado um sinal? Porque o Cristo, Ele próprio, é o sinal; se nEle não crerem os filhos desta geração, nenhum sinal lhes será suficiente, dada a maldade e dureza de seus corações. Com efeito, alguns capítulos mais tarde, afirmaria o Senhor na parábola do pobre Lázaro e do rico epulão: não crerão, mesmo que alguém ressuscite dos mortos (Lc 16, 31). Afirmação comprovada por São João que, ao narrar a ressurreição de Lázaro, irmão de Marta e Maria, menciona a reação dos pontífices e dos fariseus: Que faremos? Esse homem multiplica os milagres. Se o deixarmos proceder assim, todos crerão nele (Jo 11, 47-48). Assim, depois de terem visto os muitos milagres operados pelo Filho de Deus, e terem ouvido os ensinamentos da própria Sabedoria encarnada, não foi por falta de sinais que não creram!

O Evangelho desta segunda-feira, portanto, ensina a verdade dramática da dureza de coração que chega à rejeição total do Salvador. E quem crê estar de pé, cuidado, não caia (1Cor 10, 12). Peçamos o auxílio da graça de Deus e abramos o coração para crer no Crucificado, sinal, força e sabedoria de Deus (1Cor 1, 21-24).

Download do Material

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.