CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Trata-se de uma pergunta bastante razoável, pois desde o Livro do Gênesis subsiste a ideia de que alguém esmagará a cabeça da serpente (Satanás): "Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar." (3,15). "Esta" refere-se à mulher ou à descendência?

O livro do Gênesis foi escrito em hebraico e, nele o que se lê é que é a semente da mulher, a descendência dela que esmagará a cabeça da serpente, frisando que a palavra semente naquela língua é masculina.

A confusão deu-se porque a Bíblia não foi traduzida diretamente para o latim, mas para o grego, na famosa tradução dos Setenta. Nessa língua, a palavra em questão é neutra, por isso ocorre uma indecisão na interpretação.

Na Vulgata, o mesmo versículo é traduzido como sendo feminino. Foi nesta versão que a novidade foi introduzida. Ou seja, a interpretação de que a mulher e não a descendência surgiu por causa desse texto. Assim a interpretação literal do texto do Gênesis está resolvida. Contudo, ainda é preciso observar o que diz a Igreja, pois o Antigo Testamento deve ser relido a partir do acontecimento maior, que é Cristo.

No livro do Apocalipse é narrada a grande batalha entre o dragão e a mulher. "E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele." (12,9). O que se vê, portanto, é que é o próprio São João, autor do Apocalipse que faz a interpretação nesse sentido.

"E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem.

E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente." (13-14)

A inimizade e a batalha entre o dragão e a mulher continua e São João descreve tudo o que foi profetizado no livro do Gênesis. "E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo." (17). Surge uma outra realidade: a semente da mulher (Filho) que foi arrebatado para o céu, mas o Dragão continuará travando uma batalha contra a Mulher, mas o restante dos filhos da Mulher lutarão contra a serpente.

Fazendo uma leitura em chave cristológica do Apocalipse, tem-se que o Filho é Jesus e a Mulher que esta grávida é Maria. Ela simboliza ao mesmo tempo o povo de Deus do Antigo Testamento - Israel - e o povo de Deus do Novo Testamento - a Igreja.

Jesus esmaga a cabeça da serpente, isso está claro, mas a batalha entre a serpente e a Mulher continua. Os homens é que devem escolher em qual lado lutar. Do lado da serpente ou se do lado da semente da Mulher - Maria - Mãe de Jesus Cristo, mas também de cada um.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.