CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

262. A conversão de São Mateus

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt
9, 9-13)

Naquele tempo, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: "Segue-me!" Ele se levantou e seguiu a Jesus. Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos.

Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: "Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?" Jesus ouviu a pergunta e respondeu: "Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: 'Quero misericórdia e não sacrifício'. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores".

Em meio a inúmeras curas e prodígios, São Mateus deixou registrado o maior milagre que jamais lhe ocorreu: a sua conversão a Cristo. Com uma breve e incisiva palavra — Segue-me —, Jesus arrancou da coletoria de impostos aquele jovem publicano. O Senhor não regateou, não pechinchou, não quis fazer acordos com quem já estava habituado, com prudência e cálculo humanos, a cobrar taxas e porcentagens; pediu-lhe tudo, sem reservas: Segue-me. E o "homem levantou-se e O seguiu". Assim deve ser o nosso apostolado: se queremos trazer almas para Jesus, não podemos "negociar", fazendo concessões a este ou àquele costume pouco conforme à Lei de Deus. Para segui-lO, é preciso pôr a mão no arado — isto é, viver fiel e virtuosamente o Evangelho — e não olhar mais para trás — ou seja, não permanecer afeiçoado à velha vida de pecado (cf. Lc 9, 62). Não receemos falar com franqueza e simplicidade da fé e das felizes exigências da vida cristã àqueles que, embora estejam longe de Jesus, são abrangidos pelo seu suavíssimo e universal domínio (cf. Pio XI, Encíclica "Quas Primas"). Peçamos à Virgem Maria, Virgem prudentíssima, que nos alcance a delicadeza necessária para, mantendo-nos fiéis aos imperativos do Evangelho, transmitirmos a nossos amigos e conhecidos a alegria de tudo abandonar pelo Senhor: Segue-me!

Download do Material

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.