CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Homilia Dominical
24 Mai 2017 - 25:34

A presença “virtual” de Jesus Cristo

Ao subir aos céus, Nosso Senhor inaugura entre seus discípulos uma presença que os teólogos chamam de "virtual". Mas não, não se trata de uma ficção, como são as representações feitas por programas de computador. Cristo prometeu estar conosco realmente, "todos os dias, até o fim do mundo", ainda que O não possamos ver com os olhos da carne.
0:00 / 00:00
Homilia Dominical - 24 Mai 2017 - 25:34

A presença “virtual” de Jesus Cristo

Ao subir aos céus, Nosso Senhor inaugura entre seus discípulos uma presença que os teólogos chamam de "virtual". Mas não, não se trata de uma ficção, como são as representações feitas por programas de computador. Cristo prometeu estar conosco realmente, "todos os dias, até o fim do mundo", ainda que O não possamos ver com os olhos da carne.
Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
(Mt
28, 16-20)

Naquele tempo, os onze discípulos foram para a Galileia, ao monte que Jesus lhes tinha indicado. Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram. Então Jesus aproximou-se e falou: "Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo".

Ao subir aos céus, Nosso Senhor inaugura uma nova forma de estar com seus discípulos. "Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo", promete Ele antes de partir. A essa presença permanente do Ressuscitado a teologia aplica a palavra virtual, mas não no sentido em que a modernidade está acostumada a empregá-la: não é uma ficção, como são as representações feitas por programas de computador, mas sim uma presença de virtude, tão real quanto poderosa, por meio da qual será concedida aos Apóstolos a força de que precisam para cumprir os mandatos do Senhor: "Ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei".

Durante os quarenta dias em que permaneceu neste mundo ressuscitado, Jesus Cristo o que fez foi justamente dar-lhes o instrumento para entrarem em contato consigo, enquanto Ele estivesse sentado à direita do Pai: a . Através dela, todo cristão batizado e em estado de graça é capaz de acessar fisicamente o Senhor, escondido no íntimo de sua alma, e receber dEle as graças atuais necessárias para a própria salvação.

Para quem deseja habituar-se a essa presença, não há nada melhor do que comungar com frequência. O sacramento da Eucaristia foi instituído por Jesus para ser uma verdadeira "escola de oração": aprendendo a reconhecer o toque suave dEle, presente real e substancialmente nas espécies do pão e do vinho, absolutamente todas as pessoas poderão apalpar o cumprimento da promessa feita no Evangelho deste domingo: "Estarei convosco todos os dias".

Viver de fé, como São Paulo diz expressamente ter vivido (cf. Gl 2, 20), não é viver de uma ilusão. Se procurarmos repetir, sempre que possível, esse contato que tivemos com "Jesus escondido" — como se referiam Santa Jacinta e São Francisco Marto ao Santíssimo Sacramento —, muito depressa colheremos, no jardim de nossa alma, os frutos de conversão e de verdadeira mudança de vida que gera o Cristo em nós.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.