CNP
Christo Nihil Praeponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

557. Fátima e o Anjo de Portugal

Por nos encontrarmos bem no centro de um ano jubilar mariano tanto aqui quanto em terras lusitanas, lembrar-se do Anjo que tem sob seus cuidados a nação que nos gerou é também honrar a Virgem Santíssima.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Marcos
(Mc
12, 38-44)

Naquele tempo, Jesus dizia, no seu ensinamento, à multidão: "Tomai cuidado com os doutores da Lei! Eles gostam de andar com roupas vistosas, de ser cumprimentados nas praças públicas; gostam das primeiras cadeiras nas sinagogas e dos melhores lugares nos banquetes. Eles devoram as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Por isso eles receberão a pior condenação". Jesus estava sentado no Templo, diante do cofre das esmolas, e observava como a multidão depositava suas moedas no cofre. Muitos ricos depositavam grandes quantias. Então chegou uma pobre viúva que deu duas pequenas moedas, que não valiam quase nada. Jesus chamou os discípulos e disse: "Em verdade vos digo, esta pobre viúva deu mais do que todos os outros que ofereceram esmolas. Todos deram do que tinham de sobra, enquanto ela, na sua pobreza, ofereceu tudo aquilo que possuía para viver".

Apesar de não fazer parte do calendário litúrgico brasileiro, a Igreja celebra neste sábado a festa do Santo Anjo da Guarda de Portugal; mas por estarmos em pleno ano mariano, tanto aqui quanto em terras lusitanas, vale a pena meditar os mistérios envolvidos nessa festividade, à luz sobretudo da mensagem de Nossa Senhora de Fátima, à qual o nosso povo tem dado provas da mais filial devoção. E o que nesta festa mais nos chama a atenção é o fato de a Providência divina confiar aos cuidados dos anjos custódios não só os indivíduos, mas ainda as coletividades — nações, dioceses, paróquias etc. —, o que nos mostra o amor atencioso que o Pai dispensa a todos e a cada um de nós. As três aparições do Anjo de Portugal aos pastorinhos de Fátima também nos recordam que os nossos anjos custódios estão inteira e completamente dedicados à tarefa de que Deus os encarregou: fazer-nos cumprir a nossa vocação, abrir-nos à presença de Nossa Senhora e levar-nos, enfim, para o Céu. Que neste dia possamos fazer presentes à nossa oração pessoal o anjo que nos protege e o Coração Imaculado que nos ama e nos distribui a graça divina; confiantes, pois, na proteção de nossos angélicos guardiães, lancemo-nos sem demora nos braços maternais da Virgem Maria, a quem queremos dedicar mais este sábado de reparação e desagravo.

Download do Material
Texto do episódioDownload do áudio e textoComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.