CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Evangelize compartilhando!
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®

1313. Festa da Dedicação da Basílica de Latrão

São os fiéis, e não edifícios de pedra, o verdadeiro templo de Deus; é em nós que habita a Trindade, a quem veremos a rosto descoberto quando, na glória do céu, rasgar-se o véu da fé que por ora nos encobre a vista.

Texto do episódio

Texto do episódio

imprimir

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
(Jo 2, 13-22)

Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém. No Templo, encontrou os vendedores de bois, ovelhas e pombas e os cambistas que estavam aí sentados. Fez então um chicote de cordas e expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois; espalhou as moedas e derrubou as mesas dos cambistas. E disse aos que vendiam pombas: “Tirai isto daqui! Não façais da casa de meu Pai uma casa de comércio!” Seus discípulos lembraram-se, mais tarde, que a Escritura diz: “O zelo por tua casa me consumirá”. Então os judeus perguntaram a Jesus: “Que sinal nos mostras para agir assim?” Ele respondeu: “Destruí este Templo, e em três dias o levantarei”. Os judeus disseram: “Quarenta e seis anos foram precisos para a construção deste santuário e tu o levantarás em três dias?” Mas Jesus estava falando do Templo do seu corpo. Quando Jesus ressuscitou, os discípulos lembraram-se do que ele tinha dito e acreditaram na Escritura e na palavra dele.

Celebramos hoje a Festa da Dedicação da Basílica de São João de Latrão, catedral do Papa e, por isso, caput omnium ecclesiarum. Erigida no monte Célio e pertencente originalmente a uma família de patrícios — os chamados Laterani —, a Basílica do Latrão remete-se à época de Constantino, o Grande. Ela foi consagrada pelo então Pontífice, Papa S. Silvestre, no dia 9 de novembro de 324. Foi, aliás, a partir desta época que começou a propagar-se o conceito de “igreja” tal como o entendemos até os dias de hoje: um edifício sagrado em que os fiéis se reúnem para rezar e prestar culto a Deus. Até então, os templos pagãos eram espaços destinados apenas aos sacerdotes, cabendo ao restante do povo ficar do lado de fora, de frente para a fachada (fanum) do templo. Isso nos mostra o quão revolucionária é a noção de igreja que o cristianismo inaugura. Se para as antigas religiões pagãs, por um lado, o templo era um lugar específico em que morava esta ou aquela divindade, para a fé cristã, por outro, o templo é não já uma construção de pedra, mas, em sentido eminente, Jesus Cristo, Verbo encarnado, e, por derivação, o próprio fiel em que Deus habita pela graça. Ao comemorar, pois, a Festa da Dedicação da Basílica do Latrão, o que a Santa Madre Igreja está fazendo é chamar-nos a atenção para essa realidade misteriosa de que, rasgando-se o véu do Templo de Jerusalém ao último suspiro de Cristo na cruz, são os fiéis os templos vivos de Deus, que têm agora acesso livre à intimidade dos átrios das igrejas para orar e oferecer ao Pai um sacrifício agradável: o seu próprio Filho, que se faz presente sob as aparências do pão e do vinho para santificar nossas paróquias, capelas e oratórios com a sua presença real, verdadeira e substancial.

Material para Download
Texto do episódioMaterial para downloadComentários dos alunos

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.