90. Papista!

Versão áudio

Papista!

É a alcunha com a qual nós, católicos, somos frequentemente repreendidos.

Mas o que queremos realmente dizer, quando afirmamos que cremos no Papa?

Nesta aula, aproveitando a proximidade do dia do Papa, Padre Paulo Ricardo propõe um estudo aprofundado da Constituição "Pastor Æternus", do Concílio Vaticano I, e dá orientações espirituais para quem deseja viver, de forma mais consciente e devota, a obediência e a piedade filial devidas ao Santo Padre, o Papa.


Infelizmente se tem notado, na Internet, certa leviandade dos católicos em relação ao Papa. O Pontífice Romano frequentemente é criticado como se fosse um qualquer, o que mostra uma grande ignorância da instituição do papado para a Igreja.

Em linhas gerais, a doutrina católica sobre o Papa foi condensada na Constituição Dogmática Pastor Aeternus, do Concílio Vaticano I [1]. As definições aí contidas são dogmáticas. Para nós, católicos, portanto, o seu conteúdo trata de certezas inabaláveis. Devemos dar o nosso consentimento total a algo ou por evidência ontológica (quando se diz, por exemplo, que dois mais dois são quatro), ou pelo testemunho de uma pessoa infalível (como é o caso de Cristo, cuja ação se manifesta também no Concílio Ecumênico). Por isso – pela autoridade divina que revela –, a infalibilidade papal é de fé obrigatória para todos os católicos. O teólogo suíço Hans Küng, por exemplo, quando escreveu a obra Unfehlbar? [“Infalível?"], perdeu a licença para lecionar teologia católica, já que tinha questionado um dogma de fé.

O texto da Pastor Aeternus começa lembrando a fundação divina da Igreja, a qual Nosso Senhor colocou sob o encargo dos apóstolos. Em seu primeiro capítulo, sobre “a instituição do primado apostólico em S. Pedro", o documento confirma que Cristo deu pessoalmente ao Apóstolo Pedro um poder que estava acima daquele dado aos doze. E conclui:

“Se, pois, alguém disser que o bem-aventurado Pedro Apóstolo não foi constituído por Jesus Cristo príncipe de todos os Apóstolos e chefe visível de toda a Igreja militante; ou que ele recebeu, direta e imediatamente, do mesmo Senhor nosso Jesus Cristo, apenas um primado de honra, não porém um primado de jurisdição verdadeira e própria: seja anátema." [2]

Portanto, São Pedro não era um primus inter pares, mas possuía uma autoridade realmente superior à dos demais apóstolos. Quando São Paulo, por exemplo, repreende publicamente São Pedro [3], ele o faz como um súdito que repreende o seu superior, não um igual.

No segundo capítulo da constituição, fala-se da “perpetuidade do primado de S. Pedro nos Romanos Pontífices". Não só Cristo confiou a São Pedro um encargo particular, como essa função é transmitida a todos os seus sucessores, que são os bispos de Roma:

“Se, portanto, alguém disser não ser por instituição do próprio Cristo, ou seja, de direito divino, que o bem-aventurado Pedro tem perpétuos sucessores no primado sobre a Igreja universal; ou que o Romano Pontífice não é o sucessor do bem-aventurado Pedro no mesmo primado: seja anátema." [4]

No terceiro capítulo, que fala da “natureza e o caráter do primado do Pontífice Romano", o Concílio Vaticano I recorda o “dever de subordinação hierárquica e de verdadeira obediência" que todos “os pastores e os fiéis de qualquer rito e dignidade" têm para com o Sumo Pontífice [5]. Por isso, o Papa não deve ser ouvido apenas quando fala infalivelmente, mas também em seus atos de Magistério ordinário.

Não é compreensível, por exemplo, que se afaste a necessidade de acolher os documentos do Concílio Vaticano II, sob o pretexto de que ele não definiu nenhum dogma infalível. Embora tenha sido pastoral, o Vaticano II é um ato magisterial autêntico, solene – pois se trata de um Concílio – e regido por dois papas. Ele não pode, pois, ser levianamente criticado, como muitas vezes se vê acontecer em meios ditos católicos, mas somente em uma situação muito grave e após um estudo muito sério.

E por que ficar “cheio de dedos" com relação a isso? Para explicar, pode servir a seguinte analogia. O quarto mandamento, honrar pai e mãe, impõe o dever de amar aqueles que nos geraram. Esse amor faz parte de uma instituição, que é a família. Ao contrário do que muitos erroneamente dizem, as instituições não são uma coisa “fria". Não há coisa mais terna do que a família e, no entanto, ela é uma instituição. O amor devido aos pais é, portanto, um amor institucional. Se, porém, parece muito óbvio respeitar e tratar bem os próprios familiares, o quarto mandamento também se encaixa no caso de pais que ou não são ou não foram bons pais ou, por algum pecado ou defeito, não sejam tão amáveis. Afinal, devem-se amar os pais não por aquilo que eles são ou deixaram de ser, mas pelo fato mesmo de serem pais.

Ora, o papado também é uma instituição. E realizada pelo próprio Deus. Por isso, todo católico tem o dever de amar o Santo Padre. É perfeitamente possível que se ame o Papa por alguma qualidade pessoal que ele possua – como João Paulo II, por ser carismático; ou Bento XVI, por ser um grande teólogo; ou Francisco, por ser humilde –, mas, antes de tudo, é preciso amá-lo pelo que é institucionalmente. Se um dia for eleito um Pontífice pelo qual se sinta certa antipatia, não é possível lavar as mãos e pensar que se esteja isento de amá-lo. Se ele foi eleito, é o chefe visível da Igreja e o pai de todos os católicos. E pai não se escolhe, recebe-se.

Conclui o capítulo terceiro lembrando que o Papa tem “o pleno e supremo poder de jurisdição sobre a Igreja universal, não só nas matérias referentes à fé e aos costumes, mas também nas que se referem à disciplina e ao governo da Igreja espalhada por todo o orbe" [6]. Isso diz respeito principalmente ao poder pontifício de nomear e depor os bispos ao redor do mundo. Se todos os Ordinários têm jurisdição particular e ordinária em suas dioceses, apenas o Sumo Pontífice tem “o pleno e supremo poder de jurisdição". Por isso se fala que não se pode apelar acima do Santo Padre. Um Papa só pode ser julgado por seu sucessor, quando já não o foi por uma declaração infalível de um predecessor ou de um Concílio Ecumênico. Em todo caso, sempre é possível, diante de um Papa que obriga os fiéis a fazerem algo que destruirá a sua fé, uma ação de “legítima defesa", por assim dizer: não se deve julgá-lo, mas, pode-se, em legítima defesa, não se fazer o que ele manda.

Importa lembrar, no entanto, que essa atitude só pode ser tomada quando há uma autoridade superior que manda o contrário do que diz o Papa – no caso, a autoridade de Deus. Não se pode tomar como desculpa para desobedecer a simples discordância pessoal de seus atos de Magistério. Eis uma ocasião oportuna para exercitar a virtude da obediência, que funciona justamente quando se entra em desacordo com seu superior.

Outro cuidado deve ser tomado no que concerne às críticas públicas ao Santo Padre. Infelizmente, alguns dentro da Igreja têm agido com certa tranquilidade para falar mal do vigário de Cristo na Terra, quando um verdadeiro católico, se tivesse uma razão muito séria para tal, fá-lo-ia sempre com afeto filial, e não com o sarcasmo e o prazer sádico que muitas vezes se vê.

No que tange à doutrina da infalibilidade papal, que é o conteúdo do quarto capítulo da Pastor Aeternus, pode ser útil uma comparação. Imagine-se que somos trabalhadores edificando uma construção e o engenheiro, que é o mestre de obras, tem um instrumento especial com o qual ele faz uma prospecção do terreno, a fim de saber que lugar é rocha ou areia. Na Igreja, os Papas são como esses engenheiros. No terreno em que se edifica a Igreja, não raras vezes a rocha está debaixo de uma camada de areia e só o Sumo Pontífice, como o mestre de obras, pode, assistido pelo Espírito Santo, dizer se aquele terreno é terra sólida ou não.

Nas atas do Concílio Vaticano I, Vincenzo Gasser, bispo de Bressanone, explica com muita clareza o que quer dizer a expressão “infalibilidade pessoal", com relação ao Sumo Pontífice. Não se trata de dizer que ele é infalível enquanto pessoa privada, mas enquanto sucessor de São Pedro, a quem Nosso Senhor confiou particularmente as chaves do Reino dos céus [7].

Além disso, o Santo Padre não é infalível o tempo todo, mas apenas em circunstâncias especiais. Nessas ocasiões, ele não se declara por conta de uma “nova revelação" – afinal, “a economia cristã, como nova e definitiva aliança, jamais passará, e já não se há de esperar nenhuma nova revelação pública antes da gloriosa manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo" [8] –, mas por assistência do Espírito Santo. Esta, a propósito, não dispensa a consulta dos meios humanos. O Papa Pio XII, quando proclamou o dogma da Assunção de Nossa Senhora, por exemplo, consultou o episcopado do mundo inteiro antes de fazê-lo. E – exemplifica São Roberto Belarmino, doutor da Igreja – o próprio São Pedro, que poderia ter dirimido por conta própria a controvérsia judaizante, preferiu convocar o Concílio de Jerusalém para resolver a questão [9].

Em tempos de crise pós-conciliar, é importante apontar o terreno sólido sobre o qual edificar a fé católica. Esse terreno apontaram-no os Papas, os santos doutores e, de modo especial, a constituição Pastor Aeternus, do Concílio Vaticano I, que vale a pena estudar e conhecer a fundo, pois é doutrina segura sobre o Papa, ensinada ao longo dos séculos pela Igreja.

Documento para estudo

Referências

  1. Cf. Denzinger-Hünnerman, 3050-3075
  2. Ibidem, 3055
  3. Cf. Gl 2, 11-14
  4. Denzinger-Hünnerman, 3058
  5. Ibidem, 3060
  6. Ibidem, 3064
  7. Cf. Mt 16, 19
  8. Dei Verbum, 4
  9. Cf. At 15, 6-35

Atenção: Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do site padrepauloricardo.org. Reservamo-nos o direito de excluir qualquer comentário que julgarmos inoportuno ou que não esteja de acordo com a política do site.

EpisódioTítuloDuraçãoData
188O Santo, o Pecador... e o Mundano01:00:20Setembro 11, 2017
187A Bíblia e a Igreja01:01:09Setembro 04, 2017
186As conversões de Santo Agostinho01:02:47Agosto 28, 2017
185A mão invisível que destrói as famílias01:00:58Agosto 21, 2017
184A Quaresma de São Miguel e o Apocalipse43:45Agosto 14, 2017
183Pai, seja homem!01:08:52Agosto 07, 2017
182Santo Inácio: o desentortador de vidas51:57Julho 31, 2017
181O Segredo do Rosário48:32Julho 24, 2017
180Nascemos do sangue dos mártires47:15Julho 17, 2017
179O inferno está vazio?46:48Julho 10, 2017
178Somos todos Charlie Gard58:09Julho 02, 2017
177O Coração Eucarístico de Jesus48:59Junho 26, 2017
176Maria depois de Pentecostes01:02:35Junho 05, 2017
175Uma conversa sobre Matrimônio53:19Maio 27, 2017
174O Imaculado Coração triunfará!47:56Maio 15, 2017
173O milagre dos Pastorinhos20:18Maio 11, 2017
172As santas crianças de Nossa Senhora de Fátima48:01Maio 08, 2017
171Moleque ignorante!39:22Abril 24, 2017
170A tríplice vitória de Cristo51:04Abril 17, 2017
169A Paixão de Cristo e a Compaixão da Virgem41:41Abril 03, 2017
168Será que eu tenho uma alma?01:07:17Março 26, 2017
167Qual é a missão de um pai?41:15Março 20, 2017
166O Abortoduto47:33Março 06, 2017
165Um novo Cavalo de Troia50:46Fevereiro 17, 2017
164Como lidar com o sofrimento?50:48Fevereiro 13, 2017
163A Igreja e os anticoncepcionais01:02:38Janeiro 16, 2017
162O aborto e a falácia dos números51:13Dezembro 19, 2016
161Ministro do Supremo admite: “Não devemos satisfação a ninguém”27:26Dezembro 12, 2016
160A “suprema” das injustiças43:51Dezembro 05, 2016
159O Ano da Virgem Maria48:22Novembro 27, 2016
158“Moda” não, mudança de vida!56:07Novembro 18, 2016
157Politizando a Bíblia59:42Novembro 11, 2016
156As deploráveis Terceiras Moradas50:59Novembro 04, 2016
155Aprenda a rezar o Terço01:10:30Outubro 28, 2016
154Diálogo com os namorados01:01:10Outubro 20, 2016
153A conversão de Santa Teresa d'Ávila57:40Outubro 16, 2016
152Santa Elisabete da Trindade01:02:19Outubro 10, 2016
151Projeto Terceira Morada58:54Outubro 03, 2016
150Direção espiritual às famílias58:15Setembro 09, 2016
149Como Ser Família53:24Agosto 26, 2016
148Maria e a nossa vida de oração47:10Agosto 21, 2016
147Aprenda a rezar rezando, com Padre Paulo Ricardo57:47Agosto 08, 2016
146A Oração, de Santo Afonso de Ligório01:06:06Agosto 01, 2016
145São Luís Martin54:19Julho 11, 2016
144Santa Zélia Martin58:13Julho 04, 2016
143A vida de São Luís Gonzaga58:31Junho 20, 2016
14210 Anos de Apostolado57:50Maio 16, 2016
141Senhor, ensina-nos a orar!49:01Abril 18, 2016
139Páscoa: misericórdia ou justiça?01:05:32Março 28, 2016
138Projeto Segunda Morada58:14Janeiro 03, 2016
137O Natal da Misericórdia52:10Dezembro 20, 2015
136A vida de São João da Cruz01:15:13Dezembro 13, 2015
135Beato Miguel Pro, sacerdote e mártir58:42Novembro 22, 2015
134A Medalha Milagrosa55:07Novembro 15, 2015
133A vida de nossas mulheres e crianças em nossas mãos!56:10Outubro 18, 2015
132Sínodo sobre as Famílias: o que podemos esperar?01:03:43Outubro 04, 2015
131Santa Teresinha: Doutora de Vida01:00:11Setembro 27, 2015
130A paixão do Padre Pio de Pietrelcina59:39Setembro 20, 2015
129Sínodo: o que os Bispos precisariam saber...01:08:41Setembro 13, 2015
128A vida de São Felipe Neri01:03:39Julho 19, 2015
127Redução da maioridade penal01:00:10Julho 12, 2015
126Crise econômica e vida espiritual55:04Julho 05, 2015
125Apostólico ou mundano?01:00:22Junho 28, 2015
124A ideologia de gênero e o Estado totalitário57:12Junho 21, 2015
123As Escrituras e a vida espiritual01:03:20Junho 07, 2015
122A Ideologia de Gênero nos Planos Municipais de Educação01:02:25Maio 31, 2015
12150 anos do Concílio Vaticano II: vocação universal à santidade01:01:05Maio 26, 2015
120Ano Santo da Misericórdia01:02:10Maio 20, 2015
119O líder cristão01:08:41Maio 07, 2015
118Padres podem caçar?48:06Abril 14, 2015
117A vida de Santa Teresa d'Ávila01:09:57Março 31, 2015
116O glorioso São José01:11:20Março 18, 2015
115O Reino dos Céus é dos violentos!01:00:47Março 16, 2015
114Família: escola de santidade59:24Março 04, 2015
113A vida consagrada01:11:04Fevereiro 09, 2015
112Igreja paralela? Seita?48:44Janeiro 09, 2015
111Conversa com os alunos sobre as doenças espirituais01:06:28Dezembro 16, 2014
110O Fim está próximo?01:01:53Dezembro 05, 2014
109Música Litúrgica01:08:28Novembro 27, 2014
108E o capitalismo?58:15Novembro 19, 2014
107Guerra cultural: como vencer o projeto marxista de poder52:03Novembro 11, 2014
106O papel da Igreja no mundo político55:18Novembro 05, 2014
105Mais 4 anos de PT...52:43Outubro 29, 2014
104Igreja em crise?01:03:06Outubro 16, 2014
103Sínodo sobre a Família01:00:07Outubro 09, 2014
102Na presença dos anjos!52:31Outubro 02, 2014
101Por que não sou protestante?01:15:33Setembro 30, 2014
100Conversa com os alunos01:06:38Setembro 18, 2014
99A oração da “Ave Maria”58:25Setembro 11, 2014
98As Sagradas Escrituras e a nossa vida espiritual01:05:24Setembro 07, 2014
97Conversa com os alunos01:01:33Setembro 03, 2014
96Ordenar homens casados: solução ou problema?01:07:07Agosto 12, 2014
95O santo sacerdócio de João Maria Vianney 01:02:34Agosto 12, 2014
94Terapia das Doenças Espirituais01:07:29Agosto 02, 2014
93A vida extraordinária de São Charbel Makhluf01:03:04Julho 22, 2014
92Idolatria e sexo desordenado01:17:02Julho 15, 2014
91A Espiritualidade Carmelitana e a Virgem Maria59:03Julho 08, 2014
90Papista!01:04:35Julho 06, 2014
89Herodes e Pilatos ficaram amigos!53:46Junho 17, 2014
88Sou católico e estou na universidade! E agora? 01:04:17Junho 16, 2014
87A Docilidade ao Espírito Santo45:02Junho 09, 2014
86A Mãe do Salvador e a Nossa Vida Interior01:08:17Maio 08, 2014
85A Divina Misericórdia50:57Abril 28, 2014
84São José de Anchieta53:07Abril 09, 2014
83O drama dos casais em segunda união01:01:23Abril 03, 2014
82A respeito da recepção da Comunhão Eucarística por fiéis divorciados novamente casados01:02:11Março 26, 2014
81O Espiritismo é cristão?59:37Março 16, 2014
80A Penitência Quaresmal58:57Fevereiro 27, 2014
79Oração: a porta da santidade52:32Fevereiro 19, 2014
78A impressionante história de Nossa Senhora de Lourdes56:41Fevereiro 17, 2014
77Madre Mariana, amiga e confidente de Nossa Senhora do Bom Sucesso59:15Fevereiro 10, 2014
76Dom Bosco e as três alvuras da fé católica 53:07Janeiro 26, 2014
75Educação sexual das crianças e adolescentes57:16Janeiro 20, 2014
74A história de uma alma56:09Janeiro 13, 2014
73A defesa da família no Congresso Nacional 50:43Dezembro 16, 2013
72Dies Iræ: uma meditação sobre o fim dos tempos59:11Dezembro 02, 2013
71PLC 122: o projeto de destruição da família54:53Novembro 21, 2013
70A Virgem Maria e o Concílio Vaticano II55:18Novembro 13, 2013
69A última Confissão54:52Novembro 07, 2013
68A Resposta Católica53:02Outubro 31, 2013
67As finalidades e os efeitos da Santa Missa 01:02:51Outubro 24, 2013
66Sexo ou gênero?53:41Outubro 06, 2013
65O Senhor dos Anéis01:06:04Setembro 25, 2013
64O novo Código Penal e as ameaças à vida e à família49:47Setembro 17, 2013
63O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota57:24Setembro 11, 2013
62Satanás e os seus demônios55:23Setembro 04, 2013
61O Missal de Paulo VI e a hermenêutica da continuidade 41:39Agosto 27, 2013
60O missal de Paulo VI e a reforma da reforma litúrgica de Bento XVI01:11:15Agosto 22, 2013
59A Quaresma de São Miguel e o auxílio dos anjos40:36Agosto 14, 2013
58Fora da Igreja existe salvação?56:48Agosto 06, 2013
57A Jornada Mundial da Juventude e as palavras de Francisco42:38Julho 30, 2013
56Papa Francisco no Brasil e a Jornada Mundial da Juventude57:29Julho 24, 2013
55Os perigos do veto parcial do PLC 03/2013 39:27Julho 18, 2013
54O perigo das falsas conversões30:51Julho 01, 2013
53O quadro político do Brasil59:31Julho 01, 2013
52As manifestações no Brasil55:54Junho 19, 2013
5145 anos da Humanae Vitae55:15Maio 30, 2013
50Modéstia: Como as mulheres devem se portar (II)18:43Maio 20, 2013
49Modéstia: Como as mulheres devem se portar (I)37:16Maio 20, 2013
48Virgindade e Espiritualidade34:04Maio 08, 2013
47Maternidade50:44Abril 24, 2013
46Feminilidade: o que está acontecendo com as mulheres?58:21Abril 16, 2013
45A dignidade da mulher58:39Abril 10, 2013
44A Santíssima Eucaristia59:14Abril 01, 2013
43Preparação para Páscoa "Victimae Paschali Laudes"55:37Março 26, 2013
42Papa Francisco e a Liturgia de Bento XVI (II)30:54Março 20, 2013
41Papa Francisco e a liturgia de Bento XVI (I)39:33Março 19, 2013
40O Conclave54:04Março 13, 2013
39Como ainda crer na santidade da Igreja?58:30Março 05, 2013
38Os últimos dias de Bento XVI 01:01:32Fevereiro 28, 2013
37A renúncia do Santo Padre e próximo conclave51:42Fevereiro 19, 2013
36A Infância de Jesus28:30Dezembro 18, 2012
35O ódio ao feminino49:15Novembro 27, 2012
34Masculinidade: o que está acontecendo com os homens de Deus?58:01Novembro 20, 2012
33Masculinidade: o que está acontecendo com os homens?59:44Novembro 13, 2012
32Doenças espirituais: o que são e como combatê-las52:58Novembro 06, 2012
31O Ano da Fé59:18Outubro 24, 2012
30Os Mártires de Hoje47:44Outubro 08, 2012
29Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (VI)38:59Outubro 01, 2012
28Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (V)46:55Setembro 24, 2012
27Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (IV)43:23Setembro 17, 2012
26Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (III)55:59Setembro 10, 2012
25Estudo do documento "Nova Estratégia Mundial do Aborto" (II)01:01:07Setembro 03, 2012
24A Nova Estratégia Mundial do Aborto (I)48:14Agosto 27, 2012
23Nova Ordem Mundial: a maior ameaça ao Cristianismo57:51Agosto 20, 2012
22Nova Ordem Mundial26:19Agosto 13, 2012
21Lançamento do DVD "Antropologia e Escatologia"58:11Agosto 05, 2012
20São Felipe Neri: "Prefiro o paraíso"41:07Julho 30, 2012
19A vida em risco49:09Julho 16, 2012
18Dom Eugênio Sales, uma escola de fidelidade47:56Julho 09, 2012
17O preço da fidelidade40:47Julho 02, 2012
16A presença de São Pedro em Roma36:10Junho 25, 2012
15O Gnosticismo em nosso meio01:03:27Junho 18, 2012
14Exame de consciência: 20 anos de sacerdócio49:47Junho 11, 2012
13Crise na Igreja01:08:16Junho 04, 2012
12Marxismo Cultural e o Comunismo01:13:28Fevereiro 07, 2012
11Ó admirável intercâmbio!26:03Dezembro 22, 2011
10Ó Emanuel!01:22:52Dezembro 16, 2011
9PL122 - A lei da mordaça gay01:20:04Dezembro 05, 2011
8Teologia e espiritualidade do Advento e do Natal38:50Novembro 28, 2011
7Conversão e a luta contra o pecado01:01:15Novembro 24, 2011
6Presença real de Jesus na Eucaristia01:06:48Novembro 17, 2011
5O Inferno01:07:31Novembro 10, 2011
4E agora, para onde vamos?01:06:20Novembro 02, 2011
3A vida de São Pio de Pietrelcina01:05:55Setembro 20, 2011
2O protestantismo01:05:55Setembro 12, 2011