CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo gratuito
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Consagração Total a Nossa Senhora

Que culto devemos à Virgem Maria?

O culto devido a Nossa Senhora, embora não seja o mesmo que devemos a Deus, o que seria idolatria, tampouco está no mesmo nível do culto devido aos anjos e santos.

Por ser Mãe de Deus e pertencer, por isto mesmo, à ordem da Encarnação, a Virgem Santíssima é digna de um culto de veneração singular e especial, o qual, se bem vivido, é capaz de acender rapidamente em nosso coração um amor ardentíssimo por aquele que não quis vir ao mundo senão por intermédio dela.

826

Estudada a devoção em geral, convém agora centrarmos nossa atenção, de modo mais particular, na devoção à Virgem Maria, o que requer considerar, como um pequeno “prenotando” a este tema, o culto que lhe é devido. Quanto a isto, pois, é necessário saber que há, não dois — como às vezes se pensa —, mas, sim, três tipos de devoção, cada um em correspondência com a natureza do culto devido a seus respectivos objetos.

A devoção, ao menos em sentido estrito (enquanto ato da virtude da religião), se refere própria e diretamente a Deus, já que só a ele devemos adorar, quer dizer, prestar um culto de latria. Este culto se estende também à santíssima humanidade de Nosso Senhor, uma vez que a natureza humana assumida por Cristo está unida à pessoa mesma do Verbo. Ora, dado que amar a Deus implica amar tudo o que a ele, de um modo ou de outro, se refere, a devoção pode direcionar-se, ao menos indiretamente, aos santos e anjos por aquilo que, como dito noutra ocasião, eles têm de Deus.

Essa forma de devoção se funda, por sua vez, num culto de dulia, que não é mais do que “a honra que se deve a qualquer pessoa constituída em dignidade” [1]. Nos santos, com efeito, vemos não...

Conteúdo gratuito, inscreva-se e assista!
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos