CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
Conteúdo gratuito
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Consagração Total a Nossa Senhora

Uma devoção útil aos principiantes

As devoções privadas têm por finalidade atrair e tornar cativo do amor divino o nosso coração, tão afeito ao pecado e avesso à vontade de Deus. Por isso, não há devoção mais excelente e útil do que a devoção à Virgem Maria. Entregando-nos por inteiro aos braços desta Mãe amorosíssima, nós, que aspiramos à santidade, entramos por um caminho seguro em direção àquela perfeição da caridade a que todos fomos chamados.

Nesta terceira aula do curso de Consagração Total à Santíssima Virgem, você descobrirá em que condições o fiel deve se encontrar para poder consagrar-se de verdade à Mãe de Nosso Senhor.

825

A Constituição Dogmática “Lumen Gentium”, do Concílio Vaticano II, afirma que todos os membros da Igreja, “quer pertençam à Hierarquia, quer por ela sejam pastoreados, são chamados à santidade” (n. 39). Ora, se é esta a nossa vocação, de que maneira as devoções, em especial a devoção à Virgem Santíssima, podem ajudar-nos a vivê-la plenamente e a alcançar, de fato, aquela perfeição da caridade que é o ápice e como que o coroamento de toda a vida cristã? É sobre isto que nos debruçaremos na presente aula.

Em primeiro lugar, nunca é bastante lembrar que, quando falamos de devoção mariana, e particularmente do método de consagração proposto por São Luís Maria Grignion de Montfort, não nos estamos referindo a uma prática “mágica”. Nem o uso do escapulário ou da Medalha Milagrosa nem a recitação de umas tantas fórmulas, mesmo ao longo de uma vida inteira, têm por si sós o condão de “comprar-nos” o céu. Sem a devoção interior e substancial, da qual falamos na aula passada, e um esforço sincero e constante por mudar de vida, conformando-se às exigências do Batismo, toda e qualquer prática devocional exterior se reduz a um corpo sem alma, a uma matéria sem forma.

Há,...

Conteúdo gratuito, inscreva-se e assista!
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos