CNP
Christo Nihil Præponere"A nada dar mais valor do que a Cristo"
Todos os direitos reservados a padrepauloricardo.org®
PropagandaPropaganda

Conheça os sacramentos da Igreja com o Padre Paulo Ricardo

Conteúdo exclusivo para alunos
Assistir à aula
Preencha seu e-mail
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Erro ao criar a conta. Por favor, tente novamente.
Verifique seus dados e tente novamente.
Use seis ou mais caracteres com uma combinação de letras e números
Verifique seus dados e tente novamente.
Boas-vindas!
Desejamos um ótimo aprendizado.
Texto da aula
Aulas do curso
Texto da aula
Anjos e Demônios

Como me relacionar com o meu anjo da guarda?

A devoção ao anjo da guarda não é um particularismo de certas escolas de espiritualidade, mas um caminho de salvação para todo cristão. 

Todos nós, se estamos realmente empenhados em nossa santificação, devemos nos abrir às santas inspirações que o nosso anjo da guarda quer nos transmitir, como servo e ministro de Deus.

58

Se Deus, como diz a Escritura, tudo fez para si mesmo (cf. Pr 16, 4), não há dúvida de que as criaturas, sejam anjos ou homens, não têm outro fim além de dar glória ao Senhor. O fim primário e principal das criaturas inteligentes, portanto, é que conheçam a Deus, o adorem, louvem, amem e cumpram a sua vontade. 

Eis por que o Texto sagrado muitas vezes apresenta os anjos sendo convocados a adorar e louvar a Deus: “Adorai-o todos os seus anjos” (Sl 96, 7); “Bendizei o Senhor, vós todos os seus anjos” (Sl 102, 20); “Anjos do Senhor, bendizei o Senhor, louvai-o e exaltai-o por todos os séculos” (Dn 3, 58). Assim como os homens, os anjos mostram perfeitamente o seu amor a Deus, quando o servem como ministros fidelíssimos, sujeitando-se à sua vontade e levando a cabo sem demora os seus mandatos. 

É por isso que o divino Redentor, querendo levar-nos à bem-aventurança, ensinou-nos a pedir no Pai-nosso que a vontade de Deus fosse feita na terra como é feita no céu, ou seja, que ela fosse cumprida por nós nesta vida como já o é pelos anjos na glória. Mas Deus, que bem conhece nossa impotência e miséria, sabe que não podemos, abandonados a nós mesmos, realizar...

Conteúdo exclusivo para alunos
Aulas do curso
Texto da aula
Material para download
Comentários dos alunos